Zeca Camargo é condenado a pagar R$ 60mil ao pai e à empresa de Cristiano Araújo

O apresentador informou que irá recorrer da sentença por nunca ter ofendido nem ao cantor nem a ninguém da sua família (Reprodução/ Instagram/ @zecacamargomundo)

Yahoo Vida e Estilo Redação Vida e Estilo,Yahoo Vida e Estilo 

O apresentador Zeca Camargo foi condenado a pagar R$ 60 mil de indenização por danos morais ao pai de Cristiano Araújo e à empresa que cuidava da carreira do cantor, morto em acidente de carro em junho de 2015. De acordo com a sentença, metade do valor deverá ser pago a João Reis de Araújo, e o restante à C.A. Produções Artísticas.

Segundo a decisão da juíza Rozana Fernandes Camapum, da 17ª Vara Cívil de Goiânia, Zeca Camargo “não respeitou o luto da família e empresário do cantor” ao ler em “momento extremamente inadequado” uma crônica que “provocou maior dor e humilhação pública pelo desprestígio que impôs à pessoa do falecido cantor”. Em 2015, cinco dias após à morte de Cristiano Araújo, Zeca Camargo fez uma crítica ao tamanho da repercussão e da cobertura que a mídia fez da morte do cantor, e questionou o alcance da fama do sertanejo.

Ao “F5”, Zeca Camargo informou que vai recorrer da decisão. “Embora nunca tenha ofendido nem ao cantor nem a ninguém da sua família (e muito menos seus fãs) numa crônica mal interpretada que comentava não sobre a qualidade da uma manifestação artística, mas sobre a repercussão do acontecido na mídia, e apesar de ter pedido desculpas publicamente à época, tomei conhecimento hoje do teor da sentença e vou recorrer”, informou o apresentador.