Um resgate diferente

Era uma manhã de outono e seguimos em trio para uma corporação de bombeiros em São Paulo, a esposa de um capitão dos bombeiros havia nos contado que seu marido teria mudado de comportamento após alguns meses do atendimento às vítimas de um fatídico acidente aéreo em SP onde quase 100 pessoas morreram. Na ideia de sua esposa Adriana, a serenata de aniversário poderia servir como um grande estímulo para resgatar a alegria pela vida que o tornava impar dentro da corporação. Uma vez que depois do acidente ele pouco falava, não brincava e sua tristeza era evidente. Testemunhamos alguns acidentes naquela manhã no caminho da serenata e ao chegarmos fomos recebidos por Miguel, o cúmplice da esposa Adriana, que nos direcionou para uma sala e lá ficamos aguardando o momento a ser celebrado. Passados 15 minutos fomos levados até a cozinha da corporação onde era preparada a surpresa de Rodrigo. Assim que ele entrou começamos a cantar canções de vida, alegria e de valor humano. Sua expressão mudou e ele logo se emocionou com o ambiente e com a homenagem. A mensagem final foi escrita pelos seus três filhos pequenos de 9, 10 e 13 anos onde diziam:

Parabéns, muitos anos de vida e volte papai, volte para nós. Amamos suas bobagens e o que o senhor faz por todos nós. No final ele agradece a serenata e os amigos dizendo:

— Obrigado a todos vocês que me honram com suas vidas e que as dividem comigo em cada novo desafio salvando outras vidas. Lidamos diariamente com a fragilidade humana, com o estreito laço que une a vida e a morte, mas tão poucas vezes somos conscientes do que a nossa existência realmente pode ser. É neste momento que a vida fica clara e faz tudo valer muito a pena.

Texto – Fredi Jon

Acompanhe o Minuto Serenata no YouTube no canal SERENATA & CIA com mais este tema e com narração de Valdecir Almeida

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes