Surpresa adolescente

Numa noite de inverno, no bairro do Ipiranga, Marcela nos contrata para fazer uma homenagem aos seus pais no dia do seu aniversário.

 Era sua noite debutante e ela planejara tudo. Resolveu optar não pelo tradicional, um baile de debutante, mas sim por um baile de fantasias.

 Mais incrível é que ela reservara toda a sua mesada, de alguns anos, para duas coisas que julgava importante: uma era serenata para os pais e a outra o presente que viria logo depois da homenagem. Contou cada centavo para que dentro de suas possibilidades tudo saísse perfeito. Rumamos então para a homenagem que parecia muito diferente de tudo que já havíamos presenciado. Chegando na festa, nos direcionamos a frente dos pais da debutante que estavam nervosos e começamos a serenata. 

Finalizada as canções que havia escolhido para cada um, eis que chega o momento da mensagem que ela mesma fez questão de ler.  Fizemos um fundo musical e ela anuncia que aquela festa a fantasia tinha muita importância para ela porque reunia seus amigos e parentes importantes, que suas amigas eram preciosas e o baile a fantasia revelava um pouco de cada pessoa presente na festa. Fez a indagação do que é real e do que é fantasia no mundo de hoje, onde as pessoas preferem o virtual ao invés das trocas reais de sentimentos.

 E que só na experiência dessa troca se fortalece os verdadeiros e bons sentimentos. Suas palavras vinham recheadas de sabedoria a cada nova manifestação. Chega então o momento da segunda surpresa da noite preparada pela nossa Frozen para seus pais gladiadores medievais. Ela pede ao seu irmão que traga o mochilão escondido embaixo da mesa do bolo. Assim que o nosso Shrek se aproxima, ela anuncia uma nova surpresa:                                                                 -Atenção todos os presentes porque agora quero anunciar que esse será o mochilão de viagens do papís e da mamis a partir de agora. Com ajuda da vovó Berenice e do vovô Miguel eles irão conhecer a pousada do Rio quente que tanto os fascina. Escolha a data e boa viagem, parabéns!!!

 Muita emoção encheu os espaços e os corações de todos que testemunharam uma homenagem como nunca tinham visto. Podemos sentir que sensibilidade e o amor não têm idade, basta uma boa oportunidade recheada de criatividade para mostrar que no momento adolescente tudo pode mudar e ser muito diferente.

Texto – Fredi Jon 

Acompanhe o Minuto Serenata no YouTube no canal SERENATA & CIA com mais este tema e com narração de Valdeci Almeyda

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes