Sergio Moro afirma que complexo Funfarme / Hospital de Base de Rio Preto pode ser modelo para melhorar a gestão e atendimento na Saúde do país

Como centro de excelência na Saúde, o complexo da Fundação Faculdade Regional de Medicina – Funfarme/Hospital de Base, de São José do Rio Preto (SP), pode ter papel importante como referência para outros centros médicos e unidades no país e seu modelo de gestão eficiente e o atendimento e serviços humanizados e de qualidade servirem de exemplos e serem replicados. Esta foi a proposta exposta pelo ex-ministro Sergio Moro e pré-candidato à Presidência pelo Podemos, após conhecer o Hospital de Base, nesta terça-feira (1º de fevereiro).

“Nossa proposta é replicar no país exemplos como o desta fundação para que todo país possa ter a mesma qualidade em atendimento e tratamento que os pacientes encontram no HB”, afirmou o ex-juiz Sergio Moro. “Fiquei impressionado positivamente não só com os números do complexo hospitalar, mas também pelas instalações e os profissionais. Já tinha ouvido falar do Hospital de Base e o complexo, um grande centro de excelência do país, que fizeram e fazem a diferença, sobretudo nesta pandemia”, completou.

A oito meses da eleição, Moro foi o primeiro pré-candidato a presidente do Brasil a visitar o complexo hospitalar da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme). Acompanhado pelo deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP), o ex-ministro foi recebido pelo diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorge Fares, a diretora administrativa do Hospital de Base, Dra. Amália Tieco, o diretor administrativo do Hospital da Criança e Maternidade (HCM), Dr. Antonio Soares Souza, lideranças e profissionais da instituição.

O diretor executivo da Funfarme ressaltou a necessidade de se investir na Saúde, inclusive na infraestrutura de pequenos municípios. “Eles devem ser dotados de serviços bem aparelhos e com profissionais valorizados para oferecerem atendimento de qualidade às populações locais para que estas não sejam dependentes de se deslocar para os grandes centros”, declarou Dr. Jorge Fares.

A Funfarme é referência para mais de 100 cidades, que concentram mais de 1,5 milhão de habitantes na região Noroeste do Estado, mas também atende pacientes de todo o país, sendo que 85% deste atendimento é público, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os pequenos municípios, segundo propõe Moro, podem ser beneficiados pela introdução de tecnologias no atendimento à população, movimento que foi acelerado devido à pandemia. “Podemos utilizar tecnologias, como a telemedicina, para expandir a saúde de qualidade pelo país. “Centros de referência como o complexo da Funfarme/Hospital de Base podem ser utilizados para propagar conhecimento, treinamentos, capacitação e até mesmo procedimentos à distância em contato com médicos e outros profissionais das menores localidades, sobretudo no interior do país, com dificuldade de acesso a médicos”, disse o pré-candidato.

Embora breve a visita, Moro pode conhecer o Setor de Urgência e Emergência do Hospital de Base, um dos maiores e mais bem aparelhados do interior paulista, e os Serviços de Radioterapia e de Oncologia, referências para o atendimento de pacientes com câncer para mais de 100 municípios do Noroeste do Estado de São Paulo.

Como uma das mais importantes instituições de saúde do Estado, a Funfarme e suas unidades têm recebido os principais postulantes a presidente, governador e cargos dos legislativos federal e estadual de todo o país. “Como sempre aconteceu, recebemos todos os candidatos e políticos por considerarmos que as visitas destes são importante relacionamento institucional e que resultam em benefícios para o complexo hospitalar e, consequentemente, os mais de 1,5 milhão de habitantes da região noroeste paulista atendidos pelas nossas unidades”, afirma Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme.

Além do Hospital de Base, o complexo reúne o Hospital da Criança e Maternidade (HCM), o Ambulatório Geral de Especialidades, o Hemocentro de Rio Preto e a unidade do Instituto de Reabilitação Lucy Montoro.

Como o HB, o HCM é também o hospitais-escola da Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp), que figura entre as escolas de medicina públicas com as melhores avaliações no Estado.

O HB e o HCM destacam-se pelos corpos clínicos altamente qualificados, com médicos reconhecidos nacionalmente, e pela alta tecnologia que oferecem. Embora referência para 102 municípios pertencentes ao Departamento Regional de Saúde (DRS XV), o complexo Funfarme atende pacientes de todo o Brasil.

Isto faz com que a fundação apresente números impressionantes: quase 800 mil atendimentos por ano feitos por 1.630 médicos e outros 1.700 profissionais da Saúde. No total, a Funfarme possui mais de 8.000 colaboradores, população maior do que as de algumas cidades do Noroeste paulista.

HB e HCM possuem 1.102 leitos, dos quais 914 de enfermaria e 188 de UTI e um dos maiores centros cirúrgicos do país, com 32 salas onde são realizados mais de 43 mil procedimentos por ano.

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes