Projeto Guri promove 3º Concurso de Composição Musical

As inscrições para o 3º Concurso de Composição Musical serão realizadas de 16 de abril a 11 de maio. A ação, organizada pelo Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – tem o objetivo de promover e incentivar a criatividade de crianças e adolescentes.

A competição abrange todos os estilos musicais e é destinada a alunos e alunas de todas as idades, matriculados nos polos do interior, litoral e Fundação CASA.

“O objetivo do Concurso é estimular a criação individual e coletiva dos Guris. A ideia é potencializar a ousadia e o exercício criativo”, define Deborah Lobo, Assessora de Projetos Especiais do Guri e responsável pela gestão do concurso.

Para participar do concurso, cada candidato ou grupo – de até 30 integrantes – deve entregar uma composição autoral e inédita, de tema livre, com até três minutos de duração. Assim como na competição de 2017, os Guris poderão se inscrever em duas categorias: a primeira, infantil, para crianças de 6 a 11 anos; e a segunda, infantojuvenil, para adolescentes e jovens de 12 a 21 anos.

O que muda nesta edição é a possibilidade de integração entre as diferentes faixas etárias. “No caso da faixa etária mista, a categoria será definida por dois critérios: se a composição for coletiva, será definida pela faixa etária predominante no grupo (acima de 50% dos integrantes). Se a composição for de um dos alunos, executada coletivamente, determinará a categoria a idade do compositor”, explica a gestora.

Ambas as faixas etárias serão premiadas:

1º lugar: gravação da composição em estúdio profissional, com finalização e masterização, qualificado para difusão eletrônica.

2º lugar: workshop voltado à carreira artística com duração de até 6 horas e crédito de R$ 70 para cada compositor utilizar na loja virtual do Guri.

3º lugar: workshop voltado à carreira artística com duração de até 6 horas.

A música a ser inscrita deve ser registrada em áudio ou vídeo, com boa qualidade sonora, e disponibilizada por meio de um link no formulário de inscrição, seja do Youtube, Soundcloud, Vimeo ou outros sites similares de divulgação de música. Cada aluno pode participar com apenas uma composição. O material será avaliado por um Comitê de Avaliação e Seleção multidisciplinar, composto por profissionais da Amigos do Guri, que seguirão os seguintes critérios:

Materiais Sonoros:Exploração e manipulação com riqueza dos elementos sonoros;
Forma:Conexão entre as partes: desenvolvimento da forma da música;
Fluência:Domínio do discurso com desprendimento e propriedade;
Originalidade:Inovação dentro do estilo musical proposto.

Entende-se por composição a combinação de silêncios e sons em diferentes dinâmicas e timbres dentro de um espaço de tempo, seja instrumental ou com letra. A primeira edição do concurso foi realizada em 2016, envolvendo alunos e alunas na comemoração dos 21 anos do Projeto Guri, e contou com 237 músicas inscrições.

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn e CCR SPVias; CTG Brasil; VISA; VALGROUP; Supermercados Tauste; AES Tietê; Microsoft; WestRock; Novelis; Usina Colorado; Banco Votorantim; Capuani do Brasil; Caterpillar; Grupo Maringá; Pinheiro Neto; EMS; Sky; Magazine Luiza; Mercedes-Benz; ASTA; Catho; CODESP; Raízen; Arteris; Supermercados Rondon; Castelo Alimentos; Hasbro.

Sobre o Projeto Guri
Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos. Mais de 49 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Amigos do Guri
A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto –, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.

Fonte: Máquina Cohn & Wolfe