Programação infantil de setembro:teatro e contação!

O Sesc Catanduva preparou uma programação infantil com sopros de cultura e diversão para o mês de setembro, com teatro e contação de histórias para toda a família participar.

No dia 2, domingo, terá o primeiro teatro do Núcleo as Caboclinhas com o espetáculo “Letras Perambulantes”. A peça conta um pouco da vida e da obra do poeta cearense Patativa do Assaré.
A peça trata com sutileza, poesia e leveza, a história do menino Antonio – filho de um agricultor pobre, do sertão do Cariri – que desde muito pequeno mostra seu interesse e sua habilidade com as palavras e com os cordéis.

Em seguida, aos sábados, nos dias 8 e 22 começam as Contações de Histórias do mês, com o projeto Histórias que o Povo Conta (só pra quem não tem medo). A contadora Poliana Savegnago, integrante do grupo teatral Engasga Gato, junta toda sua coragem e tira da mala algumas histórias contadas e recontadas pelo povo brasileiro, mas não são lendas de pescador e muito menos histórias para boi dormir.

Já no dia 9, domingo, é a vez do espetáculo teatral “Bem do Seu Tamanho”. Qual seria, afinal, o verdadeiro tamanho da menina Helena? É a partir dessas situações que Helena começa a questionar o seu tamanho e o das coisas. Para tirar a dúvida, a menina sai pelo mundo com Bolão – seu Boi de Mamão feito do mamoeiro do quintal da sua casa – e encontra amigos que irão ajudá-la, e irão confundi-la mais ainda. No final dessa aventura, a menina Helena, junto com seu Boi de Mamão, têm uma grande revelação!

No dia 16, domingo, o espetáculo “Vidma, a Menina Trança-Rimas”, inspirado no livro “Um Caldeirão de Poemas 2”, voltado para o universo lúdico, as três atrizes viajam pela poesia da escritora valorizando a palavra e a oralidade melódica da língua portuguesa, e para isso, utilizam ações dramáticas, músicas e danças inspiradas na cultura brasileira e na cultura russa.

Finalizando a programação infantil de setembro, no dia 23, o espetáculo teatral “Cora, Doce Poesia”.
A vida simples, os versos, as flores, e as lições de vida de Cora Coralina estão impressos nesta singela homenagem à poetisa goiana Ana Lins dos Guimarães Peixoto Brêtas. A trajetória de sua vida, desde a infância até sua velhice é contada e cantada com lirismo, música e poesia.

A retirada dos ingressos gratuitos pode ser feita no dia das apresentações, na Central de Atendimento da unidade. Os espetáculos são abertos para todos os interessados, comerciários ou não.

PROGRAMAÇÃO

Infantil (teatro e contação)

Letras Perambulantes – Com o Núcleo as Caboclinhas

Um menino que ao invés de brincar, preferia ouvir e imitar os cantadores e repentistas da sua cidade. E mesmo tendo estudado apenas 6 meses, cresceu escrevendo poemas e cordéis, sempre retratando seu povo e sua terra. A trilha sonora é composta de músicas do próprio poeta, ou seja, poemas seus que foram musicados por nomes como Luiz Gonzaga e Fagner; e por uma trilha original composta exclusivamente para o espetáculo, por Aline Anfilo e Zé Modesto, que também assina a direção musical.

Dia 2, domingo, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

Contação de Histórias – “Os Compadres Corcundas” e “Com o Pedro Malazarte Ninguém Pode”

No projeto Histórias que o Povo Conta (só pra quem não tem medo), a contadora junta toda sua coragem e tira da mala algumas histórias contadas e recontadas pelo povo brasileiro… mas não são histórias de pescador e muito menos histórias para boi dormir.

Dias 8 e 22, sábados, às 16h.| Espaço de Brincar | Grátis | Classificação: Livre.

Bem do Seu Tamanho – Com o Núcleo as Caboclinhas

Pequena demais para escutar a conversa de adulto ou bem grandinha para chegar em casa com a roupa toda suja? Qual seria, afinal, o verdadeiro tamanho da menina Helena? É a partir dessas situações que Helena começa a questionar o seu tamanho e o tamanho das coisas.

Dia 9, domingo, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

Vidma, a menina Trança-Rimas – Com o Núcleo as Caboclinhas

A peça conta a história de Vidma, uma menininha que mora em um lugar muito frio com sua família. Cheia de criatividade e apaixonada pelo mundo das bruxas, sempre encontra uma brecha para declamar poemas divertidos de diversos bruxos e bruxas que já conheceu em seus pensamentos. Só que mexer com bruxa pode ser uma brincadeira muito perigosa, e é nesta brincadeira que Vidma viaja para outro lado do oceano e vive diversas aventuras com figuras excêntricas e engraçadas que jamais pensou existir.

Dia 16, domingo, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

Cora, Doce Poesia – Com o Núcleo as Caboclinhas

O espetáculo “Cora, doce poesia” conta a vida e a obra da poetisa goiana Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, mais conhecida como Cora Coralina. A montagem, dirigida pelo próprio grupo, em parceria com a preparadora corporal Aline Alves, retrata a vida da poetisa em quatro fases: infância, adolescência, vida adulta e a velhice. As quatro atrizes se revezam no papel de Cora, cada uma na sua fase, e se revezam também nos outros papéis. As músicas são executadas ao vivo, pelas atrizes, e a trilha foi originalmente composta para o espetáculo pelo músico Zé Modesto, que também assina a direção musical.

Dia 23, domingo, às 10h30.| Quiosque A | Grátis | Classificação: Livre.

 

SERVIÇO

Programação Infantil

Período: Setembro/2018

Local: Sesc Catanduva

Sesc Catanduva

Praça Felício Tonello, 228 – Vila Rodrigues – Catanduva – SP –
(17) 3524-9200

www.sescsp.org.br/catanduva

O Sesc – Serviço Social do Comércio é uma instituição de caráter privado, de âmbito nacional, criada em 1946 por iniciativa do empresariado do comércio e serviços, que a mantém e administra. Sua finalidade é a promoção do bem-estar social, a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento cultural de seu público prioritário e comunidade em geral.

Assessoria de Imprensa – Sesc Catanduva