Prefeitura repassa R$ 470 mil para acolhimento de adolescentes

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Assistência Social, formalizou o repasse financeiro de R$ 470 mil à Associação Recomeçar. Os recursos serão revertidos à manutenção dos serviços prestados pela Organização da Sociedade Civil (OSC) no acolhimento de até 10 adolescentes, de ambos os sexos.

A parceria entre a administração e a entidade foi consolidada com assinatura de termo de fomento pelo prefeito Afonso Macchione Neto e o pastor Júlio César Zanini, presidente da associação, na quarta-feira, dia 12. “É um serviço de extrema importância que tem nosso apoio. Sabemos que a parte financeira é fundamental para o desenvolvimento das ações de amparo aos adolescentes”, frisou o prefeito.

A contratação ocorreu por meio de dispensa de chamamento público, conforme faculta a legislação vigente a esse tipo de serviço, e tem validade de um ano.

O ato marca o início da parceria entre a Prefeitura e a Associação Recomeçar, reconhecida pelo trabalho desenvolvido nos segmentos sociais república/comunidade terapêutica e que assumiu recentemente a gestão da Casa Lar.

“Estamos empenhados em proporcionar aos adolescentes um atendimento de qualidade que se assemelhe ao convívio familiar e, agora, esse convênio nos ajudará a arcar com as despesas”, ressaltou o pastor.

A Casa Lar funciona 24 horas. O serviço oferecido em unidade residencial acolhe atualmente três adolescentes, levados a atendimento especializado a partir de encaminhamentos do Ministério Público e da Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Creas, que tem atuação em casos de vulnerabilidade familiar.

Catanduva conta com duas casas de acolhimento para crianças e adolescentes em situação de risco, a outra unidade é gerenciada pela Casa de Apoio à Criança.

Fonte: Assessoria/Prefeitura