Prefeitura reestrutura sistema de telefonia visando economia e eficiência na rede

Estrutura! A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Inovação e Tecnologia, dá passos largos para modernização do sistema de telefonia. Uma das novidades é a migração do modelo digital para o IP, tecnologia inovadora responsável por trafegar dados de voz. O pacote de melhorias inclui investimento na aquisição de PABX e novos aparelhos telefônicos. Como diferencial, a Prefeitura de Catanduva já conta com rede de fibra ótica própria e não depende de operadora para trafegar dados de voz.

A reestruturação visa otimizar os serviços de telefonia em rede. Na prática, as mudanças também refletem em economia aos cofres públicos. A Prefeitura injetava cerca de R$ 1,2 milhão por ano, com o pacote de serviços (soluções de voz, vpn, transmissão de dados e IPs dedicados). Agora, com estrutura própria, o custo operacional será reduzido para R$ 204 mil anual, estima o Secretário Rafael Nery, responsável pela modernização, otimização e redução dos custos. Outra vantagem é a redução de depreciação dos equipamentos e tempo de manutenção.

Para o Gestor de Gabinete, Dr. Fernando Martins de Sá, a “economia gerada demonstra a seriedade na aplicação do dinheiro público pela atual Gestão, que tem buscado melhorias e inovações tecnológicas, agregadas à redução de custos, o que facilita a implementação de outros projetos de conectividade e de segurança cibernética”.

A extensão da malha da Prefeitura é de 147 quilômetros de fibra ótica. Parte fundamental da funcionalidade do sistema, já em operação, é a interligação dos prédios públicos da cidade via fibra ótica (intranet).

Fonte: Assessoria de Comunicação

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes