Prefeito faz proposta a vereadores para viabilizar pagamento do Dissídio 2015

O prefeito Afonso Macchione Neto reuniu-se com os vereadores na tarde desta quarta-feira, dia 6 de fevereiro, para discutir a proposta de criação do Fundo para Pagamento do Dissídio de 2015. O intuito do chefe do Executivo é quitar os valores devidos aos servidores dentro da atual administração.

O assunto também foi tema de reunião realizada com o presidente do Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos do Município (Simcat), Roberto José de Souza.

A conta seria abastecida mediante a transferência da estrutura da Secretaria de Meio Ambiente para a SAEC – Superintendência de Água e Esgoto. Nos cálculos da Prefeitura, a economia seria de cerca de R$ 600 mil mensais. O fundo também poderia ser reforçado com a possível devolução de recursos pela Câmara.

Na tratativa com os vereadores, ficou pactuado que, após a conclusão dos cálculos referentes ao Dissídio de 2015 – processo em fase de finalização nas secretarias de Administração e Negócios Jurídicos, será estudada proposta para pagamento da dívida, a ser formalizada junto ao Simcat.

Nas reuniões, Macchione frisou que o pagamento estará diretamente condicionado à aprovação pela Câmara dos projetos de lei que tratam da transferência da estrutura da Secretaria de Meio Ambiente para a SAEC e do setor de Agricultura para a Semdert – Secretaria de Desenvolvimento, Emprego e Relação de Trabalho.

Fonte: Assessoria/Prefeitura