Novas regras para técnica de Reprodução Assistida contemplam um novo momento da sociedade

O Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou recentemente as novas regras para a utilização da técnica de Reprodução Humana Assistida.

Elaborada pela Câmara Técnica de Reprodução Assistida, a nova legislação apresenta mudanças significativas em tópicos como “barriga solidária”, redução do prazo para descarte de embriões, congelamento de material para gestação tardia (o que beneficia, por exemplo, pacientes em tratamento oncológico), doação voluntária de óvulos, entre outras.

Para o ginecologista e especialista em Reprodução Assistida, Dr. Joji Ueno, diretor e fundador da Clínica Gera, “a chegada das novas regras representam um avanço aos que contemplam um novo momento da sociedade. No meu modo de ver, as alterações na legislação ampliam as possibilidades de procriação de indivíduos”, comenta.
Um dos destaques das novas regras é a doação voluntária de óvulos. “Assim, mulheres jovens que vão congelar óvulos para preservar a fertilidade poderão doar óvulos voluntariamente para uma mulher receptora. Isto amplia muito as possibilidades da mulher com mais idade a ter filhos”, conclui Dr. Ueno. Outra chamada situação menos comum e que será beneficiada é a “barriga solidária”, isto é, uma cessão temporária do útero, por familiares em grau de parentesco consanguíneo como filhas e sobrinhas (pela resolução anterior de 2015, apenas mãe, avó, irmã, tia e prima podiam participar do processo de barriga solidária). Ainda de acordo com as novas regras, pessoas solteiras também passam a ter o direito de utilizar esse recurso.

Além disso, o Conselho Federal de Medicina destacou a inclusão de questões sociais na avaliação médica.

Dr. Joji Ueno – O ginecologista Dr. Joji Ueno é doutor em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP), ex-fellow do Jones Institute for Reproductive Medicine (EUA) e fundador e diretor da Clínica Gera. Ueno também é autor da obra “Cirurgia Videoendoscópica em Ginecologia” e responsável pelo setor de Video-histeroscopia do hospital Sírio-libanês. É coordenador do curso de pós-graduação Lato Sensu em Medicina Reprodutiva do IEP-GERA.
Clínica Gera – Fundada em 1993, em São Paulo, pelo ginecologista e obstetra Dr. Joji Ueno, a Clínica Gera conta com um corpo clínico especializado, composto por especialistas com mestrados e doutorados pela USP e pela UNIFESP. A Clínica Gera conta também com cursos de pós-graduação na área de Reprodução Humana Assistida, além de assessoria clínica e cirúrgica a profissionais da área médica. Hoje, a Clínica Gera se posiciona como um centro nacional de referência na restauração da fertilidade, em videolaparoscopia ginecológica, video-histeroscopia e endometriose. Conta com unidade em São Paulo (capital) e filial em Campo Grande (MS).

Fonte: Comunicação & Marketing