Na busca da certificação de qualidade dos serviços do HPA, equipes avaliam resultados

No dia 10 de fevereiro, no Anfiteatro Padre Albino, foi realizada reunião de apresentação e divulgação da pontuação obtida na autoavaliação semestral do CQH – Programa de Compromisso com a Qualidade Hospitalar, referente ao segundo semestre de 2022. Para isso, os processos foram monitorados e aprimorados por meio de auditorias internas do setor da Qualidade do Hospital Padre Albino. Diretoria executiva, gerentes, coordenadores, equipes assistenciais dos hospitais, administrativos e o Centro de Serviços Compartilhados da Fundação Padre Albino participaram da reunião. “Nosso objetivo foi apresentar o programa e os resultados obtidos com as auditorias internas realizadas no período de agosto de 2022 até o presente momento, propor planos de ação e ouvir sugestões das lideranças nos diferentes níveis de hierarquia do Hospital Padre Albino”, explicou a gerente do Núcleo da Qualidade, Elaine Rorato.

O Compromisso com a Qualidade Hospitalar é um dos programas de certificação que pode contribuir para a excelência e atesta publicamente a melhoria contínua da qualidade de um hospital. Projeto desenvolvido pela APM – Associação Paulista de Medicina em 1991, com base no modelo norte americano da Joint Commission of Accreditation of Hospitals, estimula a participação e a autoavaliação no processo de melhoria da qualidade em saúde sob determinados pré-requisitos.

Breve apresentação feita pelo Núcleo da Qualidade do hospital mostrou o modelo de certificação do CQH que, se enquadrar nos pré-requisitos exigidos pelo órgão, pode tornar o HPA reconhecido como uma das melhores instituições filantrópicas da região. “Com apoio do setor de marketing da Fundação exibimos o vídeo de retrospectiva dos trabalhos desenvolvidos pelos auditores internos e, ao final, apresentamos a pontuação obtida na autoavaliação do segundo semestre de 2022”, explica Elaine, que reforçou o resultado positivo alcançado com o trabalho dos facilitadores, equipes e auditores. “Isso trouxe o entendimento que devemos perpetuar as ações de melhoria contínua dos processos, fortalecer a cultura organizacional e aumentar a segurança do paciente”.

A diretora de Saúde e Assistência Social da FPA, Renata Rocha Bugatti, parabenizou os colaboradores pelo empenho nos resultados obtidos para a busca da certificação, destacando a importância de fortalecer a cultura organizacional. “Nosso diferencial é identificar e manter ações de melhorias contínuas na assistência, realizando o trabalho em equipe de acordo com os valores da nossa Fundação Padre Albino”, ressaltou ela.

Fotos: Comunicação FPA

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes