Loja causa polêmica ao colocar blusa com a frase “macaco mais legal da selva” em criança negra

Reprodução/Twitter @CharlesMBlow

Yahoo Vida e Estilo Redação Vida e Estilo,Yahoo Vida e Estilo 

Essa é mais uma daquelas notícias que mais parecem mentira, de tão absurda. A rede de lojas H&M colocou uma criança negra em um de seus anúncios da forma mais racista possível e deixou muita gente inconformada.

A publicidade contava com duas crianças: um deles, branco, vestindo um moletom que dizia “especialista em sobrevivência”. Já o outro garoto, negro, trazia em sua blusa a frase “macaco mais legal da selva”. Para quem ainda tem dúvida, macaco é uma das ofensas mais pejorativas e ofensivas usadas contra pessoas negras.

Diversas personalidades denunciaram a atitude da rede, como o jornalista do New York Times, Charles M. Blow, e a blogueira Stephanie Yeboa. “Você perderam a maldita cabeça?”, questionou Charles no Twitter.

Após a polêmica, a H&M retirou a imagem de seu site e se desculpou com as pessoas que possam ter se sentido ofendidas. O moletom continua sendo vendido no site da marca, mas sem nenhum modelo vestindo-a, apenas com uma foto da peça.

Leia mais: Modelo denuncia atitude racista em vídeo no backstage da semana de moda de Paris

Como sempre, muitas pessoas (brancas) questionaram a polêmica dizendo que não havia nada demais na imagem, o que foi respondido categoricamente por Sthepanie Yeboa. Confira a tradução de seu argumento:

Como alguém que foi chamada muitas vezes de “macaca” por pessoas brancas (tanto na minha cara como online), isso é absolutamente inaceitável. Além do mais, se você é branco, não está na posição de dizer aos negros o que devemos ou não devemos considerar racista. Só porque VOCÊS não experimentam o racismo, não significa que ele não exista. Não me importo se as pessoas acharem que estou sendo “sensível demais” com relação a isso. O triste é a quantidade de racistas dizendo as coisas mais desagradáveis, sem entender por que a foto é problemática. É muito decepcionante. Boa noite.