Julho é o mês do Rock, e o Sesc Catanduva recebe Biquini Cavadão

A programação musical de julho no Sesc Catanduva traz uma banda muito querida dos anos 80: o Biquini Cavadão, que se apresenta com seu show “As voltas que o mundo dá”. O mês de julho é considerado cada vez mais no Brasil o período de referência do rock. A data faz referência ao concerto Lived Aid, um evento internacional de rock que aconteceu em 1985, simultaneamente em Londres e na Filadélfia. Com mais de 30 anos de estrada, o Biquini Cavadão se apresenta com sucessos e novas músicas. A banda que traduziu o universo adolescente, com Tédio e Timidez, embalou sonhos com Vento Ventania e protestou com Zé Ninguém, tem o grande desafio de agradar aos antigos fãs com suas novas músicas.

As voltas que o mundo dá, apresenta um Biquini Cavadão renovado. Com 12 composições inéditas e letras que retratam suas vivências, conquistas e derrotas no âmbito pessoal e profissional, Bruno, Coelho, Miguel e Álvaro, buscam compreender a vulnerabilidade da vida, das alegrias, de um novo amor, de uma separação, ou de uma tragédia. Sempre se reinventando, chamaram o lendário produtor Liminha para produzir o CD, que também tocou contrabaixo em todas as músicas e colaborou com gravações adicionais de violão, bandolim, guitarra e loops.

Entre as influências musicais do Biquini – além da música e da poesia brasileira – o rock de língua inglesa sempre foi muito presente. Para explorar mais esse universo, a banda trabalha algumas de suas composições com os americanos Eric Silver e Beth Hart, além do neozelandês Simon Spire. Atentos a novos talentos, mantiveram a bem sucedida parceria com Dudy Cardoso (co-autor na música Roda-Gigante, indicada ao Grammy Latino em 2013) além de Rodrigo Coura (da banda mineira RadioCafé), Theo Lustosa e Izabella Brant (da Menina do Céu), esta última, mulher de Bruno Gouveia. Um Rio Sempre Beija o Mar foi a canção escolhida pela banda para lançar o novo CD. Assim como ela, muitas faixas deste disco falam sobre os caminhos que levam as pessoas a se encontrarem.

O disco apresenta também o contraponto das voltas que o mundo dá: a vulnerabilidade que as pessoas estão expostas, que as assalta, que destrói os relacionamentos, como na psicodélica trip Arco Íris, na dramática Você Marcou e no rock A Saudade é o Museu do Amor.

O Biquini Cavadão se apresenta no Sesc Catanduva dia 20, sexta, às 20h30, na quadra coberta. Os ingressos são a número limitado (3.000 pessoas), e começam a ser vendidos on line, no portal do Sesc Catanduva, a partir das 15h, do dia 11 de julho. Nas Centrais de Atendimento de todas as unidades do regional, as vendas começam a partir das 17h30, no mesmo dia. A classificação etária recomendada pelo Sesc para esse show é de 14 anos. Valores cobrados: para comerciários e seus dependentes (credencial plena válida) R$ 12,00. Para estudantes, aposentados, servidores de escolas públicas, +60 e portadores de deficiência, o ingresso custa R$ 20,00. Para os demais interessados, que não se encaixam nas categorias acima, R$40,00.

Ficha Técnica

Bruno Gouveia – voz;

Carlos Coelho – guitarra, violão, dobro e bandolim;

Miguel Flores da Cunha – piano, synth e órgão;

Álvaro ‘Birita’ – bateria e pandeiro.

Músico especialmente convidado: Liminha – contrabaixo e gravações adicionais de guitarra, violão, bandolim e loops participação especial de Izabella Brant em “Beijar Sem Fim”.

Produzido por Liminha.

SERVIÇO

Programação Musical – Show Especial com Biquini Cavadão

Período: 20 de Julho/2018

Local: Sesc Catanduva

Sesc Catanduva

Praça Felício Tonello, 228 – Vila Rodrigues – Catanduva – SP – (17) 3524-9200

www.sescsp.org.br/catanduva

O Sesc – Serviço Social do Comércio é uma instituição de caráter privado, de âmbito nacional, criada em 1946 por iniciativa do empresariado do comércio e serviços, que a mantém e administra. Sua finalidade é a promoção do bem-estar social, a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento cultural de seu público prioritário e comunidade em geral.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sesc Catanduva