Idosos do Recanto Monsenhor Albino usam culinária como terapia

Cozinhar na terceira idade, além de divertido, pode se tornar uma grande terapia. As oficinas de culinária vividas pelos idosos assistidos do Recanto Monsenhor Albino vêm proporcionando melhor qualidade em vários aspectos, como o estímulo a boas lembranças do passado e novas possibilidades de socialização. “A oficina não apenas serve para dar ânimo ao idoso que, por muitas vezes, sente-se sem motivação, mas também age de forma terapêutica. O nosso objetivo é promover maior bem-estar através de participação em atividades diárias, como a culinária”, disse a nutricionista da instituição Mayara Danieli de Oliveira, que também conta com apoio da educadora física Suzana Lopes.

No dia 1º de fevereiro aconteceu a oficina para confecção de beijinhos, tradicional doce à base de leite condensado e coco. Os participantes prepararam a massa que foi enrolada e finalizada. “A ação proporcionou momentos de interação social, estímulos sensoriais, criativos e coordenação motora dos membros superiores dos idosos. Além de trabalhar memórias afetivas, autonomia e motivação”, frisou Suzana.

Para doações, visitas ou conhecer o trabalho do Recanto Monsenhor Albino basta ligar para o telefone (17) 3522-5234 ou site fundacaopadrealbino.com.br/recanto.

Fotos: Divulgação FPA/Recanto.

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes