HPA e AME Catanduva participam de fórum de combate aos maus-tratos infantojuvenil

Profissionais dos setores de pediatria do Hospital Padre Albino e integrantes do Centro Integrado de Humanização do AME Catanduva participaram do ciclo de debates e palestras no I Fórum de combate aos maus-tratos da infância e adolescência realizado no dia 19 de agosto, no centro de convenções da Famerp e promovido pelo Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto. Voltado para profissionais de saúde, gestores públicos e integrantes do Poder Judiciário, o evento teve como objetivo levantar as causas do aumento deste tipo de violência doméstica, apontar formas de acolher melhor as vítimas e propor ações para combater o problema.

“A violência aumentou muito. A pandemia mudou a sociedade; hoje nós temos mais violência dentro de casa. As pessoas estão mais cruéis com as crianças”. A frase é de André Luís de Sousa, promotor de Justiça da Infância e da Juventude de Rio Preto, durante sua palestra, que abordou a problemática do aumento de casos de crianças vítimas de violência atendidas no Hospital da Criança e Maternidade de Rio Preto.

Os dados relatados refletem a realidade do Brasil, que registrou quase 20 mil casos de maus-tratos contra crianças e adolescentes em 2021, aumento de 21% em relação a 2020, segundo Anuário Brasileiro de Segurança Pública. “A participação no fórum teve como objetivo a capacitação dos profissionais da nossa unidade, tendo em vista que grande parte do público atendido no AME é de criança, o que nos encorajou sobre a importância da denúncia em caso de suspeita”, ressalta Tatiani Marcondes de Souza Andrade, membro do CIH/AME Catanduva. O mesmo ocorre quando existem casos no setor de Pediatria do HPA. “Trouxemos uma temática extremamente importante e vamos discuti-la de maneira multidisciplinar com nossos colegas e gestores”, disse Adriani Izabel de Souza Moraes, coordenadora de Enfermagem da Pediatria.

Também participaram do evento pelo HPA as coordenadoras de enfermagem Camila Redigolo Raymundo Bahillo (UTI Neonatal e Infantil), Sandra Cavalieri (Pronto Atendimento) e Verônica Ap. Evaristo (Pronto Socorro). Pelo AME estavam também Fabiana Binatti Felix de Almeida, Patrícia Meneguessi Miatello Garcia e William Fernandez, do CIH.

Fotos: Divulgação FPA

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes