Hospitais da FPA realizam 11º Simpósio de Humanização

Os hospitais Emílio Carlos e Padre Albino, mantidos pela Fundação Padre Albino, promoveram no dia 15 de setembro o 11º Simpósio de Humanização e Segurança do Paciente, sob o tema “Juntos pela Humanização na Saúde”, no Complexo Esportivo Prof. Ivo Dall’Aglio da Unifipa, com participação de 200 pessoas entre estudantes, colaboradores e demais profissionais da área da saúde. O simpósio contou com exposição dos trabalhos realizados, palestras, dinâmicas e intervenção teatral encenada por colaboradores e inspirado no tema do Dia Mundial da Segurança do Paciente, celebrado no último domingo, 17 de setembro.

Relatando o seu envolvimento com o movimento no Brasil, a palestrante convidada Camila Lorenz abordou o tema ‘O que importa para você?’, trazendo cases de melhorias nos desfechos clínicos onde traz para o primeiro plano o cuidado na pessoa de modo geral e não na doença. “Nossos pacientes estão buscando esse olhar diferenciado no mercado de saúde, o que contribui para o acolhimento clínico mais próximo. Meu objetivo é apresentar as diferentes formas de abordagem do paciente e perguntar realmente o que importa para ele naquele momento?”, explicou Camila, que é Especialista em Ciência da Melhoria pelo IHI- Institute for Healthcare Improvement e Especialista em Experiência do Paciente, além de diretora de experiências da Zeps Strategy Agency, sócia fundadora da Sociedade Brasileira de Experiência do Cliente – SOBREXP e administradora hospitalar pelo Centro Universitário São Camilo.

Camila interagiu com os participantes discutindo sobre alguns cases de histórias que fazem parte do movimento ‘que importa para você’, tratando sobre a perspectiva dos médicos que estão se formando, de trazerem um olhar do desfecho clínico em relação ao evento adverso muito transparente e verdadeiro para com o paciente e familiares.

O evento também contou com a participação do coordenador do Núcleo Técnico de Humanização e Segurança do Paciente do Estado de São Paulo, Dr. Vanderlei Camargo Freitas, que fez as considerações finais com sinalizações em relação ao cenário estadual.

As unidades pilotos (Centro Cirúrgico do Hospital Padre Albino e Alas Verde e Azul do Hospital Emílio Carlos) apresentaram os resultados obtidos com a participação no projeto ReConectar – Rede de Conexão Trabalho com Alegria e Resiliência, iniciativa da Johnson & Johnson, do Hospital Sírio Libanês e do instituto de boas práticas – IHI.

Lançamento – Na oportunidade, os hospitais da FPA e o Recanto Monsenhor Albino lançaram o hotsite fundacaopadrealbino.com.br/movimento/oqueimportaparavoce, criado pelos departamentos de Marketing e T.I. da FPA, idealizado pelo setor da Qualidade e Relacionamento com o Cliente, contendo informações sobre o movimento global aderido no mês de junho. “Em nossas unidades de saúde e assistência o site vai atuar com o objetivo de estimular conversas mais significativas entre profissionais de saúde e pacientes, criando vínculo e empatia entre eles. Dividimos o conteúdo em três premissas básicas: perguntar o que importa; ouvir o que importa e fazer o que importa”, explica a coordenadora de Atendimento ao Cliente e Humanização da FPA, Maristela Paiva.

Realizado propositalmente no dia do cliente, o 11º Simpósio de Humanização foi organizado pelos Centros Integrados e Grupos de Trabalho de Humanização dos departamentos da Fundação Padre Albino, em parceria com o Ambulatório Médico de Especialidades – AME Catanduva, Centro Universitário Padre Albino – UNIFIPA, Padre Albino Saúde e Recanto Monsenhor Albino. “Assim como o Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde, temos o objetivo de transformar o modo de se fazer assistência”, frisa Maristela. 

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes