Homem arrisca a vida pra salvar mil animais do festival de carne de cachorro na China

Yahoo Notícias

Enquanto certas diferenças culturais podem ser exóticos e interessantes convites à novidade, outras se mantêm como nada além de cruéis tradições ancestrais que não precisavam mais existir. É o caso do festival de carne de cachorro de Yullin, na China, que anualmente mata em torno de 10 mil cachorros para servir sua carne aos visitantes. O festival acontece no início do solstício de verão, por uma crença de que a carne canina faria o corpo suportar melhor o calor.

homem
No lugar de simplesmente se espantar com o horror de tal tradição, o ativista americano Marc Ching decidiu agir.

homem1

Ele e sua namorada foram até a China e, fingindo serem negociadores de cachorro para o abate, compraram mais de 1000 cães e os enviaram para os EUA, para serem tratados e reabilitados.

homem2

Ching dirige uma fundação de resgate e cuidado aos animais. Em alguns casos, porém, Ching garante ter conseguido simplesmente convencer os abatedouros a não cometerem tal chacina e, com incentivo financeiro, começarem um novo negócio.

Be the first to comment on "Homem arrisca a vida pra salvar mil animais do festival de carne de cachorro na China"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*