Governador Doria autoriza construção de novos prédios para quimioterapia e hemodiálise da FPA

Em sua vinda a Catanduva nesta sexta-feira (11 de março), o governador João Doria assinou, no Teatro Municipal Aniz Pachá, os ‘autorizos” para construção de novos prédios da Oncologia e do Serviço de Hemodiálise da Fundação Padre Albino.

A verba para o prédio da Oncologia é de R$ 9.982.001,53. A Fundação Padre Albino tem hoje contratualizados R$ 75.220,48 para 129 sessões de quimioterapia, mas realiza R$ 295.000,00. O valor contratualizado contempla o atendimento de 500 pacientes, que totalizam em torno de 540 sessões de quimioterapia. “Estamos em tratativas com a Secretaria de Estado da Saúde para adequação desse extrateto”, disse a diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação, Renata Rocha Bugatti.

O novo prédio terá poltronas e leitos para aplicação de quimioterápicos com a mais moderna tecnologia e ambientação para acolhimento e humanização da assistência e bem-estar dos pacientes e equipe. Terá, também, duas salas de urgência, 16 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI específicos para oncologia num único bloco, facilitando o acesso e qualificando o atendimento que a Fundação Padre Albino preconiza e que a população merece.

Para o movo prédio da Hemodiálise, hoje instalada no Hospital Padre Albino, que será construído em área no Hospital Emilio Carlos, a verba é de R$ 3.461.904,05. Hoje a Fundação Padre Albino tem capacidade para atender 96 pacientes por mês e esse novo prédio, com 21 poltronas, ampliará o atendimento para 126 pacientes. “Com isso, os pacientes não precisarão dialisar em regiões vizinhas, com deslocamento de até 150 km, gerando desconforto e desgaste, pois têm que viajar três vezes por semana para realizar as sessões de diálise”, disse Renata Bugatti.

O presidente do Conselho de Administração da Fundação Padre Albino, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante, agradeceu ao governador Doria e ao secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, pela liberação das verbas. Disse da alegria em receber novamente o governador, que veio a Catanduva inaugurar o Serviço de Radioterapia do HCC em setembro de 2019, sonho de Catanduva e região, cujo pontapé inicial foi dado pelo então deputado Geraldo Vinholi. Ao governador também agradeceu pelo apoio dado até então, com verbas para custeio, e lembrou que ele doou ao HCC o seu quarto salário de governador.

Depois da solenidade no teatro, que teve a participação do secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, deputado Marcos Zerbini, prefeitos de 28 municípios, entre outras autoridades, Doria visitou as dependências do Hospital Emílio Carlos e do Hospital de Câncer de Catanduva, sendo recebido calorosamente pelos funcionários.

A diretora Renata Bugatti mostrou, ainda, ao governador os projetos dos novos prédios da Oncologia e da Hemodiálise e entregou uma relíquia de Padre Albino. “Estou saindo daqui muito feliz”, disse Doria ao final da visita.

Fonte: FPA

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes