GCM vai utilizar drone em operações contra festas clandestinas

As festas clandestinas estão na mira da GCM (Guarda Civil Municipal) de Catanduva. A corporação começará a utilizar drone para constatar as aglomerações que impulsionam a transmissão da Covid-19. As primeiras experiências com o apoio do novo equipamento terão início a partir deste final de semana.

O drone foi cedido pela iniciativa privada à corporação para ações especiais. O equipamento será utilizado em diversos pontos da cidade para identificar os locais com maior aglomeração de pessoas. A ferramenta oferece uma visão ampla de cada espaço, além de proporcionar maior agilidade no trabalho desenvolvido pela corporação.

“Essas festas clandestinas têm de acabar em Catanduva. Graças ao apoio da população que apoia esse tipo de fiscalização, vamos intensificar os trabalhos com drone. Será mais uma arma para o nosso trabalho”, frisa o comandante da GCM Cláudio Pereira.

A ideia é coibir esse tipo de evento que pode resultar em maior contágio do coronavírus para familiares e amigos dos participantes. As imagens vão compor relatórios que serão encaminhados aos órgãos de fiscalização para as devidas providências administrativas e penalidades em tempo real.

As primeiras festas de 2.021 já foram fiscalizadas e as irregularidades relacionadas em boletins de ocorrência da GCM. Um dos casos foi registrado na área rural da cidade e, o outro, no Jardim Alpino.

Imagem: Divulgação/GCM

Fonte: Assessoria/Prefeitura

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes