Festival 4R recebe MC Jupi77er e fundador do portal bocada forte neste fim de semana

Um dos artistas transgêneros presentes atualmente no Hip Hop brasileiro, MC jupi77er propõe reflexões sobre gênero, sexualidade e padrões físicos por meio de sua música e de sua existência. Ocupar um lugar de fala em uma cultura historicamente machista é um exercício de resistência permanente.

“Tenho de me afirmar o tempo inteiro dentro da Cultura Hip Hop. Ainda mais porque me defino como uma pessoa não binária (identidades de gênero que não são masculinas ou femininas) e a galera não tem uma visão muito clara sobre gênero e sexualidade. Fica cada um em sua bolha, não querendo entender”, diz jupi77er, que compartilha um pouco de sua caminhada no Festival 4R – RipRopRiopReto. Idealizado por DJ Basim, o evento segue com atividades gratuitas no Twitch, Youtube e Instagram neste fim de semana (sexta a domingo, 5/03 a 7/03).
Segundo jupi77er, cujo bate-papo será no domingo (7/03), há uma cena trans pulsante na Cultura Hip Hop brasileira, com artistas de diferentes identidades de gênero mandando o recado por meio de trabalhos consistentes e engajados. E isso é de extrema importância para as pessoas LGBTQIA+, que se vêem representadas dentro do Hip Hop. “A validação da existência do meu corpo nessa cultura valida a existência de outros corpos. Recebo muitas mensagens de apoio e carinho”, comenta o artista.

Bocada Forte
Outro destaque do Festival 4R é o bate-papo virtual com o produtor de conteúdo Gil BF, um dos fundadores do portal Bocada Forte (bocadaforte.com.br), primeira página da internet brasileira dedicada a divulgar as manifestações da Cultura Hip Hop no País, que surgiu no ano de 1999. Hoje, o Bocada Forte não é apenas o pioneiro, mas a principal referência para quem quer se manter antenado com o hip hop brasileiro. O bate-papo com Gil BF será no sábado (6/03).
O bboy rio-pretense Buxexa, que já marcou presença em vários campeonatos dentro e fora do Brasil, abre a programação nesta sexta-feira (5/03), falando sobre sua trajetória na série “Minha Dança, Minha Palavra”, que, nos próximos finais de semana, envolverá outros nomes da cena de São José do Rio Preto. No Twitch do Festival 4R (@ripropriopreto), os DJs Shinpa (6/03) e Krausz (7/03) comandam discotecagens exclusivas.
O projeto do Festival 4R – RipRopRiopReto está sendo realizado com recursos da Lei Aldir Blanc São José do Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

SERVIÇO
Festival 4R – RipRopRiopReto
De 13 de fevereiro a 17 de abril
Transmissão pelo Twitch e Instagram do festival (@ripropriopreto) e Youtube da Casa de Criar

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes