Febre amarela: Saúde faz busca ativa após morte de macaco

Romildo de Jesus/Futura Press

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Saúde, fará busca ativa por moradores que precisam tomar a vacina contra a febre amarela, no bairro Top Life. A medida preventiva será adotada a partir deste sábado, após o registro da morte de um macaco nas proximidades.

O animal da espécie sagui era criado em ambiente domiciliar, cujo proprietário possui as devidas autorizações. Conforme histórico, recentemente o primata adoeceu e morreu. A causa do óbito ainda está sendo investigada.

Amostras de sangue do macaco foram coletadas e encaminhadas para exames no Instituto Adolfo Lutz, em São José do Rio Preto.

Diante da notificação do caso, as medidas de protocolo serão cumpridas. Além da busca ativa por imunização, haverá bloqueio por parte da EMCAa (Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti) naquela região da cidade.

A área definida para nebulização em imóveis terá abrangência de 500 metros, levando em conta a distância que pode ser percorrida pelo mosquito transmissor da doença, a partir do local do registro do óbito. O trabalho visa eliminar possíveis criadouros de larvas do mosquito.

Em Catanduva, nenhum caso positivo de febre amarela foi registrado este ano.

Fonte: Assessoria/Prefeitura