Estudante grego participa do programa de internacionalização da UNIFIPA

O Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA recebeu o estudante Georgios Pafitis, do 5º ano de medicina na Democritus University of Thrace (DuTh) em Alexandrópolis, na Grécia, para intercâmbio na modalidade de pesquisa. O aluno foi recebido pelo CEPEC (Centro de Pesquisa Experimental e Clínica) da UNIFIPA. 

Georgios ficou na instituição durante o mês de fevereiro quando participou de vários projetos oferecidos. “Foi um prazer estar aqui; vim para o Brasil através da IFMSA (Federação Internacional de Associações de Estudantes de Medicina) do Brasil. Candidatei-me ao programa porque tenho um amigo que também veio ao Brasil através da IFMSA há cerca de quatro anos. Eu me inscrevi e fui aceito aqui em Catanduva na UNIFIPA. Eu não sabia especificamente sobre o programa de intercâmbio da UNIFIPA, mas fiquei muito feliz por ter vindo para cá. Foi uma experiência única na vida. Sempre achei o Brasil um país lindo e queria poder vivenciá-lo como estudante e também como viajante”, disse o estudante.

Em sua estadia na UNIFIPA, Georgios destacou o aprendizado, o país e as pessoas. “Primeiramente fiz alguns trabalhos em laboratórios, quando aprendi muitas coisas, e assisti muitas cirurgias. O mais importante para mim foi conversar com outros estudantes aqui no Brasil. Tive a oportunidade de aprender como funcionam os sistemas de saúde e educação no país. Aprendi sobre a cultura, a história do Brasil e muitas outras coisas interessantes”, contou o grego. Georgios falou que ainda não sabe no que irá se especializar mas vê a área de Clínica Cirúrgica como uma possibilidade. “Ainda não sei em que me especializar; tenho certeza de que não tem nada a ver com pesquisa. Provavelmente estou pensando em algo cirúrgico ou, talvez, Oftalmologia ou Otorrinolaringologia, mas ainda não tenho certeza”, disse.

O estudante destacou que sua experiência no país e na UNIFIPA foi muito positiva e que ao voltar para Grécia será uma pessoa melhor. “Como eu disse antes, o Brasil é realmente lindo com ricas culturas e histórias. Eu gostei de passear por aqui, mas o que achei mais importante foram as pessoas. Eu achei o povo brasileiro de coração muito aberto e por causa deles gostei muito da minha estadia aqui. Quando eu precisava de alguma coisa eles estavam lá por mim. O povo brasileiro é o melhor! É a primeira vez que viajo sozinho para fora da Europa e que falo tanto em inglês. Acredito que cresci muito como pessoa; fui forçado a sair da minha zona de conforto e isso para mim foi o mais importante. A escola de medicina da UNIFIPA é muito boa, os estudantes de medicina são muito bons e foi realmente um prazer estar aqui. Obrigado a todos por me apoiarem em situações difíceis e espero vê-los todos novamente. Agradeço por tudo; foi perfeito.

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes