Escola Professor José D’ Oliveira Barreto substitui sinal por música

O ano letivo começa com novidade na Escola Municipal de Ensino Fundamental José de Oliveira Barreto. O tradicional sinal sonoro deu lugar a músicas. Caixas de som espalhadas pela escola transmitem as canções na hora da entrada e nos intervalos para o recreio.

Dentre as vantagens, o sistema de som é considerado modelo, pois não incomoda alunos autistas. Além disso, contribui para organização escolar, já que, ao final das aulas, as crianças permanecem em sala, até que seja feita a chamada nominal, pela inspetora.

A idéia da mudança foi da própria direção, com aval da Secretaria Municipal de Educação. O objetivo era acabar com o som da sirene apoio na música como Cultura. Na prática, a equipe acolhe indicações musicais dos professores e crianças, além do que os alunos gostariam de ouvir. A cada semana, as músicas são alternadas e, em um mural, os alunos conhecem a biografia do cantor.

De acordo com a diretora Daniele Catelan, nos primeiros dias de aula, a nova experiência teve resultado positivo. “Acredito que a música já favoreceu. Escolhemos músicas lentas. Todos ficaram felizes. É um ambiente ainda mais acolhedor”, ressalta a diretora d escola.

Para a Secretária de Educação, Cláudia Cosmo, as novas descobertas são bem-vindas e aponta a Escola Professor José D’ Oliveira Barreto como exemplo de Educação Humana e Inclusiva. “ Ao substitutir as sirenes por músicas, a escola atende as necessidades das crianças autistas, como também aumenta o repertório cultural de todas as crianças com diferentes tipos de músicas. Inserindo as crianças, portanto, em diversos tipos de sons, e a cultura musical do snossos alunos se amplia dessa forma. Além disso, eles também participam da escolha das música, o que incentiva a autonomia e a participação”, ressalta a Secretária.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes