Daya Luz e seu talento na música

Dayane Luz Bomfim, mais tarde Daya Luz é nascida na capital paulista em 12 de maio de 1991 e descobriu o talento na música desde que se conhece por gente. Gostava de cantar e dançar na frente do espelho.

“Eu ficava me imaginando fazendo shows. Dançava e cantava em frente ao espelho, desde muito pequena, treinava comerciais de TV com Shampoo. Lembro que assistia a novela Terra Nostra e achava lindo a Charlotte Church cantando com o Agnaldo Rayol. Tentava cantar a música fazendo a parte dela.” – lembra Daya.

Na vida, seu ídolo é Deus, na música, seus ídolos são Michael Jackson, Madonna, Beyonce, além de se inspirar em Ciara, Pink, Ivete Sangalo e Marisa Monte. Suas músicas favoritas são “Não vá embora” de Marisa Monte e “Emotion” – Destinys Child.

Inspirada desde criança pela musicalidade e a energia da baiana Ivete Sangalo, Daya confessa que o seu sonho era estar em cima do palco, cantando e dançando para um grande público.

“Me emocionava assistindo o DVD ao vivo no Maracanã, da Ivete. Pensava: é isso que eu quero para a minha vida.”

Ainda criança, Daya começou a fazer aulas de dança por orientação médica. Desde então, alimentou o sonho de se tornar uma artista capaz de unir seus diferentes talentos para apresentar ao público um trabalho cheio de força e personalidade.

A vida a levou para outros rumos e aos 16 anos era aprendiz no banco Volkswagen, entrou no curso de administração na faculdade e passou por mais três empregos até decidir arriscar tudo, seguir seu sonho e aceitar o convite para fazer parte do corpo de balé do Domingão do Faustão, onde ficou por 2 anos. Foi lá que ela pôde cantar pelos corredores e sonhar estar naquele palco como cantora. E deu certo, foi vista por um produtor e um empresário, que apostaram no seu talento. Daya saiu da televisão para se preparar e encarar novos desafios, seguindo o sonho de ser uma artista completa. Investiu em aulas de canto, dança, aulas de instrumentos, teatro, fono, terapia, aulas de idioma, além de compor e preparar seu repertório.

Em 2016 lançou o vídeo de “Olha Pra Mim”, gravado em Hollywood e dirigido por Neville Page, criador das criaturas de Avatar. O clipe tem mais de 2,4 milhões de acessos. “Tudo de Bom”, single lançado em 2017 em todas as plataformas digitais, produzido pela HeadMedia, ganhou vídeo clipe com assinatura do diretor americano Alfredo Flores que já trabalhou com nomes como Justin Bieber, Ariana Grande e foi gravado em Los Angeles. Alfredo também é responsável pelo clipe “Depois Não Chora”, lançado na sequência.

Cantora, compositora e bailarina, Daya Luz ainda é dona de uma conquista surpreendente, e é no mundo dos jogos. Em um dos maiores eventos do mundo “geek” do país, Daya subiu ao palco para dançar e jogar Just Dance com o bicampeão mundial e a vice-campeã do jogo. Em uma partida, ela venceu a francesa vice-campeã e com isso, chamou a atenção da Ubisoft, gigante francesa do mercado de games, que a convidou para promover o jogo no Brasil. “Te dominar” é a canção escrita por Daya e produzida pela Ubisoft, que integra a trilha mundial do game. Ela se tornou, assim, a primeira artista brasileira a ter composto e produzido uma canção junto com a produtora do game e, sua participação na trilha a coloca ao lado de estrelas como Justin Bieber, Ariana Grande, Katy Perry e Beyoncé, alguns dos astros que têm canções licenciadas para o Just Dance.

Daya Luz começou 2018 focando em um novo repertório e entrou em estúdio para compor e produzir com Pablo Bispo, Sérgio Santos e Ruxell. O single escolhido para o novo momento é “Vai Pirar”, lançado em maio com uma participação especial do cantor Buchecha de quem Daya sempre foi fã. Ganhou versão em um clipe recheado de tecnologia, ligando novamente ao mundo que ela ama, os jogos.

“Se não puder fazer tudo, faça tudo o que puder” – Daya Luz

 

Na internet:

Site: www.dayaluz.com.br

Youtube: https://www.youtube.com/dayaluz

Instagram: @dayaluz

Facebook: /dayaluz