Com pandemia, consumo de água aumenta 21% em Catanduva

A pandemia do novo coronavírus trouxe impacto também com relação ao uso da água. Levantamento realizado pela Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva (SAEC) revela 21% de aumento no consumo, no comparativo dos dois últimos anos. Em 2019 foram 9,5 milhões de metros cúbicos de água utilizados, enquanto que, em 2020 esse número saltou para 11,5 milhões de metros cúbicos.

Atualmente, a Catanduva tem mais de 52 mil imóveis. Para chegar a todas as casas, estabelecimentos e demais locais, a rede de abastecimento conta com 413 quilômetros de extensão.

O abastecimento nos quatro cantos da cidade é feito pela extração de poços subterrâneos dos Aquíferos Bauru e Guarani. A água que chega até as casas é tratada e segue controle rígido com padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

O tratamento é feito com cloração e fluoretação, com equipamentos dosadores modernos e calibrados que auxiliam na remoção de impurezas para tornar a água própria para o consumo. Toda a análise é feita por laboratório. O material é coletado diariamente e semanalmente para o controle da qualidade da água (físico-químico e bacteriológico).

Uso consciente

A autarquia conta com o apoio da população para o uso consciente da água, tendo em vista que o nível de chuvas registrado no ano passado, de 962 milímetros, não foi suficiente para “reparar” o consumo. Como em 2021 o índice pluviométrico foi ainda mais baixo, há preocupação quanto ao uso exagerado, por isso, dicas de economia são fundamentais para auxiliar as famílias. Entre elas, estão banhos mais curtos, fechar o chuveiro sempre que possível, optar pela vassoura, ao invés da mangueira, reunir maior quantidade de roupas para lavar de uma vez só além do cuidado para evitar vazamentos e torneiras mal fechadas. Na Semana da Água, a SAEC promove o Clico da Conscientização, com uma programação online, voltada a preservação desse bem natural.

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes