Com conceito de fintech, Rural Pago é a primeira microfranquia 100% digital do agronegócio

Lançada em 12 de maio pela Nutrimais, a maior franquia de agronegócios do país, a Rural Pago chega ao mercado levando para o segmento do agronegócio a mentalidade disruptiva das fintechs. Em formato 100% digital – o que possibilita ao franqueado trabalhar de onde quiser – e com ganhos recorrentes, a rede de microfranquias é o resultado da união de três plataformas: o Buscar Rural, aplicativo de busca focado na compra e venda de serviços e produtos rurais, o Rural Pago, meio de transação digital que garante que o profissional do campo realize pagamentos de forma segura, e o Tagchat, plataforma de chatbots com inteligência artificial que automatiza o atendimento, seja de e-commerces e redes sociais. Com proximadamente 200 mil usuários ativos nas duas plataformas, a expectativa da rede é fechar 2021 com 500 franquias.

” A tecnologia está cada vez mais presente no agro, e o que nós queremos é fazer o produtor vê-la como um aliado muito lucrativo. Queremos ajudá-los a crescer para que nós possamos crescer também”, questiona Welington Oliveira, CEO da Rural Pago. ” Essa é a ideia da Rural Pago. Temos um time altamente capacitado para dar todo o suporte necessário para conectar profissionais do agronegócio de uma maneira segura, dinâmica e prática. A união das três plataformas traz uma experiência diferente ao franqueado, que conta com três fontes de renda distintas dentro da mesma franquia.

Como funciona

O aplicativo Buscar Rural é destinado a compra e venda de produtos e serviços destinados ao agronegócio. Por meio dele, o profissional pode comercializar produtos como animais, propriedades, sementes, commodities, máquinas, equipamentos e veículos. Na categoria de prestação de serviços, também é possível encontrar profissionais do transporte, frigoríficos, cursos agro, eventos rurais, crédito rural, cooperativas, lojas, laboratórios, entre outros.

Já o Rural Pago visa principalmente garantir a segurança nas transações dentro do Buscar Rural. Além disso, é uma plataforma que oferece os mais diferentes serviços de uma fintech para o produtor rural, permitindo receber pagamentos e ativar todos os serviços pelas POS, as famosas maquininhas para pagamento. Em breve, o Rural Pago também irá implementar a consulta de CPFs e CNPJs, realizar financiamentos, recargas de celular, solicitar crédito rural e financiamentos.

Com conceitos de inteligência artificial o Tagchat é uma plataforma de chatbots que automatiza o atendimento tanto de e-commerces como também redes sociais, para realizar atendimento 24 horas. O Tagchat é a plataforma pela qual a Rural Pago planeja começar no agro e também alcançar o público da cidade.

“Queremos estimular o uso da tecnologia no campo. Viemos para facilitar a vida do produtor rural, e aos poucos, iremos digitalizar o interior do Brasil”, comenta o CEO.

Franquia

Na prática, o franqueado deve realizar a venda dos serviços do Rural Pago, do Buscar Rural e do Tagchat para profissionais do campo. Uma das características da franquia, é que o franqueado recebe por ganhos recorrentes. Por exemplo: o valor da mensalidade do Tagchat é R$ 199,00, caso o franqueado venda ele recebe a primeira parcela integral e depois continua a receber 20% desse valor enquanto o cliente usar e pagar pela plataforma. Com o Buscar Rural, o franqueado vende um pacote de anúncios e recebe parte do valor vendido, além de também receber participação da taxa de transação dos usuários que ele cadastrar e que fizerem pagamentos dentro do Buscar Rural.

“Acreditamos que a expansão por meio do modelo de franquias é uma excelente maneira de alcançar o interior do país de uma forma dinâmica, levando um atendimento personalizado para o profissional do agro”, finaliza Wellington.

Em formato home based, a franquia possui dois modelos: o Nano, com o valor de investimento inicial de R$14.900,00, e o Master – dedicado a franqueados que querem um time completo para trabalhar – com investimento inicial a partir de R$37.900,00.

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes