Colégio Catanduva recebe ação “Hospital do Ursinho” de alunos de medicina

Crianças do Mini-Maternal, Maternal, Pré I e Pré II do Colégio Catanduva receberam a visita de estudantes do curso de Medicina Fameca/Unifipa para simular o atendimento e acabar com o medo da ida ao médico de um jeito divertido e didático. “O Teddy Bear Hospital, que surgiu na Áustria na década de 90, é conhecido no Brasil como Hospital do Ursinho, ação realizada dentro de escolas e hospitais para aproximar crianças do ambiente hospitalar, quebrando tabus e facilitando a compreensão e o envolvimento com a equipe, criando assim confiança entre médico-paciente”, define um dos alunos integrantes do projeto.

O Colégio foi orientado a pedir que seus alunos trouxessem algum ursinho ou bichinho de pelúcia para a aula. Durante a ação, os ursinhos de pelúcia são atendidos simulando o ambiente hospitalar. “Nesse espaço cada criança, representando seu acompanhante, leva o ursinho para consulta e tratamento, criando vivência positiva em situações hospitalares, tornando muito mais amenas as experiências reais que eventualmente a criança venha a ter”, explicou o aluno de Medicina.

A partir disso, entra a ludoterapia, técnica psicoterápica de abordagem infantil que se baseia em brincadeiras. “Eles conversam sobre remédios, curativos, injeções e aparelhos de Raio-X, o papel de nós, ‘médicos,’ é orientar brincando o que está acontecendo”, disse.

Para a diretora do Colégio Catanduva, Fabiana Checconi, o projeto desmistifica o medo de ir ao médico, a chamada síndrome do jaleco. “Quando a criança cresce com pensamentos e impressões errôneas do serviço de saúde acaba gerando impactos negativos em sua saúde por não querer ir ao médico ou realizar quaisquer medidas de saúde. É algo muito enriquecedor e incentivamos o envolvimento dos nossos professores nesta ação.”, salienta Fabiana.

 Projeto criado na Áustria em meados de 90 e posteriormente trazido ao Brasil, o Teddy Bear é iniciativa da IFMSA – International Federation of Medical Students’ Associations, organização não-governamental que representa associações de estudantes de medicina de todo o mundo, fundada no final da segunda guerra mundial. Atualmente é formada por cerca de 100 organizações em mais de 90 países.

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes