Colaboradores do HUSD comemoram o Dia Mundial da Higienização das Mãos

Os colaboradores do Hospital Unimed São Domingos (HUSD) celebraram, na quarta-feira (5), o Dia Mundial da Higienização das Mãos. De forma segura, os gestores participaram de cerimônia de abertura com apresentação de vídeo que reforça a importância dos cinco momentos da higienização das mãos durante atendimento ao paciente. Em seguida, a equipe da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) passou pelos setores de atendimento para orientar e reforçar o procedimento correto.

Em razão da data, um adesivo com a frase “Pergunte-me: já higienizou as mãos?” foi distribuído às equipes do hospital para que fosse colado em local visível na roupa do colaborador. “Nossa campanha tem como objetivo fazer com que o paciente questione se o nosso colaborador higienizou as mãos. Também abordamos a importância da técnica, do quanto ela reduz as infecções e da segurança que ela oferece ao profissional e ao paciente”, explicou a enfermeira da CCIH, Daniele Magalhães.

O vídeo de orientação sobre os cinco momentos de higienização das mãos foi produzido pela CCIH, com o apoio do departamento de Comunicação & Marketing, com o objetivo de reforçar os cuidados. O vídeo foi repassado às equipes de Enfermagem e aos cooperados da Unimed Catanduva. Além dele, os colaboradores também fizeram fotos em moldura alusiva à data.

No final da tarde, uma outra gravação emocionou as equipes. O auxiliar de Enfermagem Pedro Consoline, bastante querido pelos colaboradores do HUSD, gravou uma mensagem especial direcionada aos seus antigos colegas de profissão. Pedro se aposentou no ano passado e enfrentou a Covid-19; foram 15 dias internado, alguns deles intubado. Hoje recuperado, ele aproveita o carinho da família. “Cuidem-se, façam a higienização correta das mãos e cuidem muito bem dos pacientes, como vocês cuidaram de mim”, pediu.

As mãos são as principais vias de contato com o corpo. A auxiliar de Enfermagem do berçário, Valéria Frutero, cuida dos bebês e está sempre atenta. “É necessário fazer a lavagem correta das mãos para diminuir os riscos de infecções cruzadas. Através das nossas mãos que os pacientes recebem o carinho e cuidado necessários”, disse.

A coordenadora de Enfermagem Marcela Pereira de Sá Frezarini, que trabalha na Terapia Intensiva Adulto, conta sempre com o apoio da CCIH para reforçar os cuidados com a equipe e combater as infecções. “A comissão está sempre disposta, nos ajudando e nos auxiliando a todo momento. Desenvolvemos planos de ação e treinamentos in loco para demonstrar a importância desses cinco momentos da higienização”.

A técnica de Enfermagem Renata Fabiano Elias enfatizou que o dispenser de álcool gel, sempre disponível e próximo às incubadoras da UTI Neonatal, permite que o procedimento da higienização das mãos seja feito constantemente entre os atendimentos. “A disponibilização do dispenser no lugar certo ajuda bastante”, disse.

Fotos: Unimed Catanduva

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes