“Chegada do Acelerador Linear é realização de um sonho”, diz Dr. Sinval

A Fundação Padre Albino promove nesta terça-feira, dia​ 15​, a partir das 17 horas, uma carreata para registrar com festa a chegada do Acelerador Linear, peça chave para instalação na cidade do Hospital de Câncer de Catanduva (HCC). “Trata-se da realização de um sonho”, comemora o médico e deputado federal Dr. Sinval Malheiros (Podemos – SP).
“O acelerador linear comprado pela Fundação Padre Albino é um equipamento de radioterapia que tem como diferencial uma enorme precisão para atingir o tumor, o que torna os tratamentos mais rápidos e com menos efeitos colaterais”, explica Malheiros, considerado pela própria instituição de saúde como um dos grandes responsáveis pela conquista.

O aparelho custou R$ 3.053.430,00. Deste total, com apoio do Dr. Sinval, foram liberados pelo Ministério da Saúde R$ 2.553.910,82. Em contrapartida a Fundação, investiu mais R$ 499.519,18, com apoio da comunidade. “Esta é uma conquista de Catanduva e de toda a região atendida pelos hospitais da Fundação Padre Albino”, avalia o médico e deputado federal.

O Serviço de Radioterapia do novo Hospital de Câncer de Catanduva terá capacidade para atender de 100 a 120 pacientes/dia através do SUS, convênios e particulares.

Apoio histórico – O apoio que o médico e deputado Dr. Sinval Malheiros oferece à Fundação Padre Albino é destacado pela Diretoria da entidade e reconhecido por toda a população. O presidente da FPA, José Carlos Rodrigues Amarante, destaca e agradece o apoio do deputado médico. “O empenho e a dedicação do Dr. Sinval, em sempre pensar na melhoria da saúde de Catanduva e região, merecem o nosso reconhecimento. São ações de excelência que constroem o futuro e ajudam a manter viva a chama benemérita deixada por Padre Albino”, diz.

Com a transparência que a caracteriza, a Fundação Padre Albinorelaciona em seu site oficial vários equipamentos adquiridos com os recursos das emendas parlamentares destinadas pelo Dr. Sinval Malheiros: lavadoras ultrassônicas, focos cirúrgicos de teto, sistema de vídeo endoscópio flexível, endoscópio flexível (fibroendoscopia), ultrassom diagnóstico, expansores de pele, dermótomos, endoscópios flexíveis (fibroendoscopia), autoclave hospitalar horizontal; camas hospitalares elétricas, bipaps com monitor gráfico, Cpap e mesas cirúrgicas elétricas.

Fonte: Assessoria/Deputado