Centro de Atenção Psicossocial faz 60 atendimentos por dia

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Saúde, tem registrado cerca de 60 atendimentos por dia no Centro de Atenção Psicossocial (Caps II). A unidade é referência para acolhimento de pacientes com transtornos mentais, visando sua integração social e familiar, além de apoio na busca por autonomia.

Somente no primeiro semestre do ano, foram contabilizados 7,7 mil atendimentos multidisciplinares. São consultas psiquiátricas, psicológicas, de enfermagem, assistência social e terapia ocupacional. Os pacientes acolhidos são encaminhados pela rede de serviços de saúde ou mediante avaliação em procura direta.

O Centro de Atenção Psicossocial é um serviço de saúde aberto e comunitário do SUS, considerado referência no tratamento para pessoas que sofrem de transtornos mentais, psicoses, neuroses graves e persistentes e demais quadros que justifiquem sua permanência no dispositivo de atenção diária e personalizado.

De acordo com o Projeto Terapêutico Singular, alguns pacientes permanecem o dia todo na unidade, dependendo da sua necessidade no momento.

Para atender à demanda, o Caps conta com equipe multidisciplinar. Como parte integrada do atendimento, são ofertadas oficinas e grupos terapêuticos. “Esse conjunto de ações funciona como elemento fundamental do cotidiano do Caps II. São estratégias de cuidado e interação para alcançar a recuperação e a socialização do paciente”, ressaltou Janaína Martins Lopes, supervisora de área.

Dentre as atividades, os usuários participam de oficinas de biscuit, feltro, crochê, fuxico, EVA, reciclagem, patchwork e também de grupos de higiene, teatro, de família, depressão, grupo de atividade física, grupo de álcool e drogas, entre outros.

Serviço

Centro de Atenção Psicossocial – Caps II
Local: Rua Pará, n° 13, Centro – Catanduva

Fonte: Assessoria/Prefeitura