Catanduva potencializa empréstimos para pequenos empreendedores

R$ 4, 2 milhões em empréstimos foram liberados pelo Banco do Povo Paulista em Catanduva, entre 2021 e 2022. Os financiamentos disponibilizados no período atenderam 348 pequenos empreendedores. Os dados são computados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Via Banco do Povo, empreendedores formais e informais podem solicitar o financiamento e pagar com taxa de juros a partir de 0,35% ao mês, considerada a menor taxa de juros entre instituições financeiras, com valor de até R$ 21 mil. O Banco do Povo credita valores para abertura e regularização de empresas, para capital de giro, como mercadorias, matéria-prima e embalagens ou investimento fixo, como aquisição de equipamentos, ferramentas e pequenas reformas. O financiamento pode ser parcelado em até 48 vezes.

Dentre os requisitos, o interessado em conseguir financiamento, seja formal ou informal, deve estar desenvolvendo atividade produtiva, residir em Catanduva e ter faturamento bruto de, no máximo R$ 4,8 milhões. Além disso, não pode ter restrição cadastral junto aos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e Cadin, condição primordial ao financiamento.

A procura por empréstimos via Banco do Povo em Catanduva é constante. De acordo com a agente de crédito, Lucrécia Rodrigues, os microempreendedores da cidade contam com atendimento personalizado. “Oferecemos suporte ao microempreendedor. Já no primeiro contato, procuramos entender a necessidade do crédito, seja para compra de mercadorias ou insumos e auxiliamos nos procedimentos para viabilizar o empréstimo”, destaca.

O Banco do Povo Paulista é programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Catanduva. A agência local do Banco do Povo em Catanduva atende na Prefeitura, nas dependências da Secretaria de Desenvolvimento Econômico – 4º andar.

POTENCIAL

A condição de microempreendedor individual tem característica marcante em Catanduva. São 8.074 pequenos empreendedores formalizados na cidade. Boa parte deles ocupa a região central da cidade. Mas a maior concentração de MEI fica em área afastada do centro. O ponto com mais MEIs é a rua 15 de Novembro, famosa no município pela diversidade de ramos de atividades e serviços. No trecho de 3 quilômetros são 187 microempreendedores.

Nesse contexto, Catanduva também conta com o Sebrae Aqui, localizado no Poupatempo prédio onde funciona o Poupatempo. Tem também o Via Rápida Empresa que agiliza a formalização do estabelecimento, integrando registros e licenciamentos. “Catanduva tem vocação empreendedora. No Sebrae Aqui temos serviços ao MEI”, Guilherme Mendes, Analista de Negócios e Gestor regional do SEBRAE Aqui Catanduva

Frente à tendência de microempresas em Catanduva, a prefeitura reconhece a importância da classe. “O crescimento expoente na região, vem do espírito empreendedor do cidadão catanduvense, aliado às ações do governo que impulsionam e amparam o microepreendedor, provocando resultados que a economia de Catanduva tem alcançado”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico Fernando Bráz.  

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes