Catanduva movimenta US$ 200 mi com exportações e conquista 48º lugar em ranking estadual

Participação expressiva! Catanduva movimentou US$ 200,8 milhões com exportações no período de janeiro a outubro deste ano. Com esse resultado, se tornou o 48º município paulista que mais encaminha produtos locais para outros países. Os números divulgados pelo Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços revelam que a Cidade Feitiço exporta nove vezes mais que a vizinha, São José do Rio Preto, apesar de registrar queda de 11%, no comparativo com 2020.

Entre os países que mais buscam produtos de Catanduva, se destacam: China (30%), Itália (12%), Japão (8,8%), Argélia (4,9%), Malásia (3,9%) e Coreia do Sul (3,7%). Na lista de produtos requisitados estão os açúcares de cana, extratos e essências de café e o óleo de amendoim.

Com relação às importações, Catanduva recorre à matéria-prima de países como: Itália (38%), China (28%), Paraguai (15%) e Índia (5,1%). Entre os produtos estão as torneiras e válvulas, bombas, máquinas, motores e aparelhos mecânicos. No comparativo com 2019, período que antecedeu a pandemia, os números mostram aumento na participação de Catanduva com as exportações. Quando é analisado o período de agosto à outubro daquele ano, foram movimentados US$ 56,2 milhões, enquanto que neste ano foram US$ 88,1milhões.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Rodrigo Sanches, Catanduva vem demonstrando sua força e vocação para a exportação e os números reforçam esse potencial. “Os indicadores apontam um amplo espaço de mercado a ser explorado, visto que temos 47 posições para avançar no ranking. Estamos exportando para pouco mais de seis países com predominância em três diferentes tipos de produtos. Precisamos encontrar o caminho para desenvolver vantagem competitiva, sobretudo para ampliar nossa participação de mercado no comércio exterior e potencializar a diversidade de produtos da nossa cidade e região”, destaca.

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes