Catanduva integra capacitação sobre escorpiões no Butantan

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, marcou presença no curso inédito sobre escorpiões promovido pelo Instituto Butantan, um dos maiores centros de pesquisa do mundo. O treinamento reuniu cerca de 200 técnicos de zoonoses e profissionais da saúde em São Paulo.

A cidade foi representada pelos veterinários Lincoln Horita e Nathália Ambrósio. Para os técnicos, a atividade serviu como oportunidade para adquirir conhecimento, além de importante momento para esclarecer dúvidas sobre o assunto.

O objetivo do evento foi capacitar os profissionais para medidas efetivas na vigilância e combate a escorpiões. Nesse contexto, foram ministrados tópicos sobre biologia do escorpião, seus hábitos e formas de reprodução; técnicas de coleta e política de controle; a produção de soro, indicações de uso e a política de distribuição no Estado de São Paulo.

A iniciativa de promover o encontro foi tomada devido à significativa proliferação do aracnídeo, principalmente no ambiente urbano e, consequentemente, o aumento dos acidentes com esses animais em todo o país.

Catanduva, entretanto, começou 2019 na contramão das estatísticas. De acordo com boletim epidemiológico, 14 pessoas foram picadas por escorpião em janeiro deste ano. No mesmo período de 2018, o município registrou 16 acidentes dessa natureza. Os escorpiões têm maior incidência nos meses mais quentes e úmidos, entre outubro e março.

O Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) recomenda manter quintais limpos, uma vez que lixo e entulho podem servir de abrigo. A dica é não utilizar inseticidas que apenas desalojam o escorpião.

Ao encontrar o animal, o morador deve ligar para a EMCAa, que faz o combate a endemias, pelo telefone 3521-4087, informando o endereço e a situação. Por meio dos chamados, a equipe agenda vistoria e orienta os moradores. O setor também tem intensificado o serviço de dedetização na rede de esgoto para exterminar baratas, principal alimento do escorpião.

Imagem: Divulgação/Governo do Estado

Fonte: Assessoria/Prefeitura