Catanduva atinge excelência em três indicadores do Índice Firjan

Resultado positivo! Catanduva atingiu excelência em autonomia, gastos com pessoal e liquidez no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF). O relatório foi divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) recentemente e leva com consideração o ano de 2020. Nos dois primeiros indicadores, a Cidade Feitiço conquistou nota máxima (1 ponto).

A liquidez apresentou 0,81 pontos, enquanto que o setor de investimentos foi o único com resultado inferior, com 0,30 pontos.

No total, Catanduva somou 0,77 pontos no Índice Firjan de Responsabilidade Fiscal, o melhor para os últimos cinco anos. No estudo, foram avaliadas as contas de 5.239 municípios, que sentiram os efeitos da pandemia da covid-19.

1.704 prefeituras analisadas não se sustentam, ou seja, não geram receita suficiente para a manutenção da estrutura administrativa. Outro ponto importante apresentado é que mais de 1/3 das prefeituras analisadas estão em situação crítica e gastam mais de 54% da receita com pessoal. Outras 563 prefeituras terminaram 2020 sem recursos em caixa para cobrir as despesas postergadas para 2021, conforme o mesmo estudo.

O levantamento tem como base os resultados fiscais oficiais declarados pelas próprias prefeituras e disponibilizados pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), por meio do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi).

Com a pontuação, Catanduva ficou em 748º lugar em nível nacional. No Estado, a Cidade Feitiço ocupou a 97ª posição, resultado superior ao visto em Botucatu, Santo Antônio do Pinhal, Monte Azul Paulista, Santa Adélia, Votuporanga, Ribeirão Preto, Mogi das Cruzes, Santos, Franca, entre outras.

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes