Café Minuto – Foi ruim

GASTANÇA – Então… Tem alguns gastos públicos no Brasil que poderiam ser enxugados, um deles com servidores, e direcionados para o bem público. Exemplo: o Brasil é um dos países que mais gastam nessa área, é o 7º. em despesas, entre 74 nações, representa 12,9% do PIB. Os dados são de 2019 e inclui gastos com pessoal ativo da União, Estados e municípios. Para “driblar” o teto de R$ 39,2 mil mensais e aumentar os vencimentos “fabricam” penduricalhos, salários maiores que na iniciativa privada, brechas para acúmulo de remunerações e aumentos acima da inflação. São golpes assim que permitem ao Brasil estar no “honroso” 7º. lugar. Um “esforço” para que o Brasil galgue lugares melhores no ranking dos gastões foi uma portaria do Ministério da Economia. Prevê que militares da reserva e servidores aposentados que continuem trabalhando podem acumular as duas remunerações: aposentadoria e salário, mesmo que ultrapasse o teto. A medida beneficia vários militares e servidores. Entre eles o presidente, com R$ 2,3 mil mensais e o vice com R$ 24 mil. Ministros também serão beneficiados, claro. Não reclame! Você nasceu no Brasil.  Fonte O Estadão.   

 IMPRENSA – Os grandes jornais do Brasil vão se ferrar. Irão perder R$ 150 milhões. Caraca! Mas porquê? Porque o Congresso aprovou no dia 11 a nova lei do Marco Legal das Startups, que será encaminhado ao Planalto para sansão (sem Dalila) do presidente. E o que isto tem a ver com os R 150 milhões? Bem, hoje as empresas são obrigadas a divulgarem seus balanços em jornais impressos de grande circulação. A aprovação do Marco desmarca a obrigação dos empresários de publicarem balanços financeiros nesses jornais. Tai o golpe na imprensa. O Marco abrange sociedades anônimas. Empresas de capital aberto ficarão isentas de publicação desde que faturem menos de R$ 500 milhões. Empresas de capital fechado, é válido para faturamento inferior a R$ 78 milhões. Segundo o secretário especial de Desburocratização e Governo Digital, com a redução dos custos as empresas poderão investir sem tirar a informação da sociedade, estarão disponíveis na internet. Legal! Mas e a grande imprensa como fica? Pequena, ora?! Elas já andam com as calças na mão, agora vão perder as calças. A cada mês diminui a circulação e os custos aumentam. Acho que vou comprar um exemplar do Estadão, Folha, O Globo, para guardar de lembrança e deixar para meu filho mostrar aos seus filhos como era um jornal impresso. Pode valer uma boa grana no futuro!

FOI RUIM – O fim de semana de 15/16 de maio levou Eva Wilma, 87 anos, grande atriz e Bruno Covas, prefeito de SP, 41. Era fã dela. Iniciou sua carreira em 1952, na PRF 3 TV Tupi Difusora, seu nome nos anos 50. Protagonizou inúmeras novelas e teleteatro na Tupi, Record e Globo. Fez teatro também. Vi duas peças com ela. Em um dia de 1975 tive o prazer de um encontro com Eva. Ao lado da Tupi, no Sumaré, havia uma enorme padaria, ponto de todos que trabalhavam na emissora. Depois de fazer meu trabalho, fui tomar um café. E quem chega ao meu lado? Eva Wilma! Muito simpática, me deu Bom Dia. Respondi e iniciamos uma conversa. Disse que estava ensaiando para gravar uma cena da novela. Perguntou qual era o meu trabalho e eu contei. E a conversa poderia continuar. Mas, o trabalho nos chamava e nos despedimos. Desejei sucesso na novela. Agradeceu com um sorriso bonito e me desejou o mesmo. Jamais esquecerei esse momento. Eva Wilma, atriz talentosa, enobreceu a arte dramática com grandes interpretações em seu trabalho. Foi bem recebida com festa no céu. Cumpriu bem sua missão. Bruno Covas, político, tinha apoiadores e “desapoiadores”, como a esquerda. Era moderado, sem radicalismo, ponderado. Partiu cedo e para os políticos Covas prometia um futuro brilhante. Aprendeu a ser político com seu avô, Mario Covas, e como ele não deixou nenhum bem suspeito. Foi enterrado ao lado do avô, em Santos, sua terra. Os anjos receberam Bruno com palmas e Eva já estava à sua espera.

SÓ POR ESTA NOITE – Crivonélio e Boleida não se conheciam e eram casados. Quis o destino que numa viagem noturna de trem ficassem na mesma cabine. Boleida pediu ao chefe do trem para mudar, mas todas as cabines estavam ocupadas. O jeito foi encarar essa. Tanto um como o outro estavam constrangidos e sem jeito. Trocaram poucas palavras, as essenciais, e ambos cansados foram para os beliches. Boleida deitou em baixo, Crivonélio em cima. Lá pelas duas da madrugada Crivonélio se inclinou com delicadeza e cutucou Boleida. Ela acordou meio assustada, ele pediu desculpas pelo incômodo e pediu a ela – Você poderia fazer o favor de pegar para mim no armário um cobertor extra? Estou morrendo de frio. Boleida respondeu de pronto – Tenho uma ideia melhor. Só por esta noite vamos fingir que eu e você somos casados. – Uau! É uma excelente ideia, exclama Crovonélio. – Ótimo, diz Boleida. – Então levante-se e vá buscar você mesmo a p… do cobertor seu m…! Ele se levantou, pegou o cobertor, voltou ao beliche e após um breve momento soltou um petardo.           

TÊNIS – Passa pela cabeça dos simples mortais um tênis ser comprado por US$ 1,8 milhões, R$ 9,8 milhões? E não tem ouro, diamante, é um tênis Nike modelo Air Yeezy 1. A venda foi feita por uma empresa de investimentos, organizada pela Sotheby’s. O tênis pertenceu a Kaney West, famoso rapper, compositor, produtor musical, estilista. O comprador foi um ex jogador de futebol americano, Gerome Sapps. Ele tem uma plataforma de investimentos que permite as pessoas investirem em tênis raros, comprando ações, como se fosse uma bolsa de valores. Depois é possível revender as ações do tênis. Essa venda bateu o recorde anterior do tênis Air Jordan 1, também da Nike, vendido em 2020 por “módicos” US$ 615 mil. Outro motivo desses tênis terem preço nas estrelas é que eles continuam com o chulé de seus antigos usuários. Coisas do capitalismo americano.

BAIXO ASTRAL – Está em crise sorumbática? Sente-se nauseabundo? Seus amigos dizem que você está macambuzio. Relaxa! Dê um tempo a mesmice de todo fim de semana: almoço na sogra, cerveja com o cunhado, Faustão… Porque não um bom livro? “Justiça A Qualquer Preço” de John Grisham, autor de best sellers.  É a história de estudantes enrolados com um investidor que financiou o estudo deles numa universidade. Tem suspense e ação. É começar a ler e querer ir até o fim. Ou um filme no sofá? Pode ser o que sugeri. Ou Aventura? Piratas do Caribe, cinco filmes da série. Ação? X Men, 1, 2 ou 3, escolha. Comédia? Deadpool 1 e 2. Na dúvida veja todos, disponíveis no streaming. Mas o melhor é uma viagem. Aí mata a mesmice, quebra a rotina. Quanto tempo você não sai de férias? Aproveite e saia, nem que seja com atestado médico. Outro cenário, conhecer novos lugares, restaurantes, sem hora pra nada… Não tem melhor! Tudo o que eu disse acima, dá pra relaxar, mas você continua no mesmo lugar, talvez numa rotina mais leve, mas rotina ainda. Rotina pode nos deixar abilolados. Se não puder sair de férias porque seu chefe é um mala sem alça, descole sempre um fim de semana, feriadão e pegue uma estrada. Choveu? É melhor descansar com chuva do que trabalhar com sol. 

CINEMA NO SOFÁ – Filme clássico que virou cult é a pedida do sofá, “Era Uma Vez O Oeste”, de 1968. Está entre os melhores de todos os tempos. Em 2009 foi selecionado para preservação no Registro Nacional de Filmes dos EUA, pelo Biblioteca do Congresso, como “cultural historicamente significativo”. Dirigido por Sérgio Leone ele fez uma obra prima no nível de grandes filmes. Rivaliza com outras obras irmãs, mães, tias… tais como Cidadão Kane e O Poderoso Chefão. A trama é centrada em quatro protagonistas: a maravilhosa Cláudia Cardinale e sua beleza deslumbrante como uma ex prostituta. Jason Robards, o bandido Cheynne. Henry Fonda, pistoleiro de aluguel e vilão. Charles Bronson, um homem misterioso que está sempre com uma gaita. Eles se encontram por causa de terras que valem muito dinheiro, vai passar trilhos de trem nelas. Seu proprietário foi executado por isso. Cláudia passa a ser a herdeira porque se casou com o dono das terras. Um filme atemporal, de faroeste falando de outros filmes de faroeste. Uma aula de cinema de Sergio Leone. Dos quatros protagonistas, apenas Cláudia continua aqui, no esplendor de seus 82 anos. Produção: EUA, Espanha e Itália. Merece pipoca de milho importado e cerveja puro malte. Disponível: plataformas de streaming e em DVD. Não deixe de ver.

 FEZ-SE JUSTIÇA – Depois de 27 anos os herdeiros do “Poetinha” Vinícius de Morais” fecharam um acordo com a União pondo fim a um processo protocolado pelas filhas dele em 1994. A Justiça decretou uma indenização de R$ 3,4 milhões por danos morais e materiais causados a Vinícius durante o regime militar. A ação foi movida devido ao afastamento do “Poetinha” do Itamaraty onde era diplomata desde 1943. Foi uma atitude ilegítima, perseguição política, endossada pelo AI 5. Vinícius foi exonerado do cargo de primeiro secretário em 1969 e aposentado compulsoriamente. O valor da indenização foi definido com base no valor que Vinícius deixou de receber pelo afastamento da carreira diplomática e nos prejuízos morais, embora ele fosse “Morais”. Será paga por precatório como dívida judicial do governo, o que deve ocorrer até o fim de 2022. Vinícius recebeu a notícia a bordo de um navio quando voltava ao Brasil e chorou compulsivamente. Ele adorava o Itamaraty. Vinícius se foi em 1980 e 18 anos depois, a Justiça Federal o anistiou e ele foi reintegrado ao corpo de diplomatas brasileiros. E a justiça se fez.     

O MELHOR HOTEL – A TripAdvisor Travellers Choice Awards, plataforma voltada ao turismo, todo ano premia a melhor praia, viagem, hotel, restaurantes… Esse ano os viajantes da plataforma escolheram da lista dos melhores hotéis, o Hotel Coline De France, como o melhor do mundo. Não é um hotel francês, é um hotel brasileiro, em Gramado, R. G. do Sul. Uma surpresa! É a primeira vez que um hotel no Brasil é escolhido o melhor mundo, e com nota máxima, 5, excelente! Depois desse “título” o hotel está recebendo 300 reservas por dia. O Hotel se inspirou na França. Arquitetura e design de interiores rebuscados, detalhes dourados, estampas e móveis estilo rococó. O Hotel tem 34 suítes. Todos os banheiros tem acabamento em mármore, espelho retrátil e amenidades da L’occitane au Brasil. Algumas suítes tem banheiras de hidromassagem e piso aquecido. As suítes tem móveis esculpidos a mão em estilo imperial como o sofá de veludo inspirado em Luís XV. A cama, superconfortável, tem lençóis de algodão egípcio com 300 fios. Croissant e quitutes franceses são servidos no café da manhã. O restaurante Bistrot serve só pratos franceses como boef bourguignon. Diárias de R$ 870 a R$ 2.520. Hotéis de primeira em SP tem preços bem maiores. Outros 4 hotéis do Brasil entraram na lista dos 20 melhores. Estamos bem!

CONSELHOS – Não fale mal de sua esposa. Ela é sua companheira e amiga que está sempre ao seu lado para ajudá-lo a resolver problemas que você não teria se fosse solteiro.  ####  Quando tudo estiver ruim e não achar saída, lembre-se de duas palavras que abrem muitas portas: puxe e empurre.  ####   A gente sempre sonha em alcançar nossos objetivos. Então não perca tempo. Largue tudo e vá dormir. #### Se você não encontrou a mulher certa, divirta-se com a errada mesmo. Depois de uma briga o marido diz a esposa – Quando eu morrer você coloque minha aliança de casado no dedo esquerdo. – Pra que isso? Responde a mulher. – E que quando eu chegar no S. Pedro quero que ele veja que eu já passei pelo inferno.

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes