Artista unidos para ajudar, em leilão solidário, as crianças da Casa Santa Teresinha portadoras de genodermatoses

A pior doença é o preconceito: e a discriminação prejudica crianças com genodermatoses. As genodermatoses são condições hereditárias que se manifestam nos primeiros anos de vida e têm grande impacto na qualidade de vida dos doentes, familiares e sociedade As genodermatoses são condições raras que não têm cura, não são contagiosas, mas provocam grande estigma entre as pessoas.

A artista plástica e empreendedora cultural Angela de Oliveira abraça a causa da benemerência levando um projeto social com 100% da renda destinada à Casa Santa Teresinha. A ARTE 2 assina o projeto para este 1º Leilão Solidário em prol à Casa Santa Teresinha a ser realizado na Dila Oliveira Galeria nos dias 13 de julho (visitação das 11 às 18h) e 13 de julho (leilão das 18h às 21h). O endereço da galeria é Alameda Min. Rocha Azevedo, 844 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, que organizou a noite e convidou o leiloeiro Aloisio Cravo para sua realização 

Com obras doadas por artistas variados, incluindo dois artistas mirins de 9 e 8 anos, João Ribeiro e Giovana Horta e Silva, ela filha do consagrado fotografo e psicanalista Alexandre Horta e Silva, o leilão solidário tem como madrinha do projeto a artista e empresária Rose Maiorana do Grupo Liberal.  O garoto João Ribeiro que demonstra precocemente seu talento doou uma obra de sua autoria para essa que será sua primeira mostra com o intuito de beneficiar as crianças atendidas pela Casa Santa Teresinha.

Foram doadas obras dos artistas: Acácio Pereira, Angela de Oliveira, Ana Arcioni, Alexandre Horta e Silva, Arnaldo Rocha, Carlos Muniz, Charles Chaim, Cláudia Sarmento, Célio Fergui,  Camila Zorzan Horta e Silva, Cristiane Hettich, Cuscua,  Davi Faustino, Fernanda Paneque, Gisele Faganello,  Giovanna Marinangelo Horta e Silva, Giovana Abreu,  Joyce  Chwartzmann,  Juarez Oliveira, João Ribeiro, Luiz Campoy, Lucas Quincas, Mariângela Rettore, Paula Loraine Caamano, Patricia Di Basso, Silvana Ravena, Regiane Martinez, Rose Maiorana, Thamires de Araújo, Tarso Sarraf (premiado com a melhor foto da copa do mundo no Qatar), Vinícius de Paula e Weimar Marchesi. Bonecas confeccionadas por artistas, artesãs e pelas próprias crianças do projeto estarão expostas e disponíveis para através de doações serem suas O renomado estilista Sandro Barros apoiou a causa cedendo tecidos.

Entenda

O Instituto Brasileiro de Apoio aos Portadores de Genodermatoses (Ibagen)/ Casa Santa Teresinha de Lisieux (CSTL) é uma associação de direito privado sem fins lucrativos e qualificada pelo Ministério da Justiça, na data de 14 de julho de 2020, como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP – Lei n° 9.790/99, e tem por objetivo elevar a qualidade de vida de crianças e adolescentes com genodermatoses, combater o preconceito e incentivar, junto aos órgãos competentes, a investigação científica e a implementação de medidas destinadas ao tratamento das doenças congênitas da pele.

Toda a história da Casa Santa Teresinha começou com um olhar sensível da Dra. Régia Celli Patriota de Sica que capturou a beleza, além da pele. Assim nasceu a exposição “Além da Pele: a Beleza da Alma e da Família”, sob a curadoria de Alícia Peres.

A arquiteta Giovana Abreu apoia as crianças na confecção de bonecas.

O conhecimento do drama vivido por aquelas famílias tocou o coração de muitas pessoas, sobretudo de um grupo de empreendedores sociais, formado por profissionais de diferentes áreas: médica, jurídica, assistência social, enfermagem, comunicação social, administração, finanças, dentre outras, que se sentiram compelidos a agir para mudar o contexto em que estão inseridas as pessoas com doenças congênitas da pele.

A partir desse momento passaram a planejar os próximos passos, como a viabilização dos recursos financeiros e pessoas para dar continuidade ao projeto de informar e sensibilizar a população, visando contribuir para acabar com o preconceito às pessoas com doenças de pele, ajudar a tirar da clausura milhares de crianças e adolescentes, e, também, ajudar a prover a assistência médica, psicológica e social adequada para que as pessoas portadoras dessas doenças tivessem uma melhor qualidade de vida.

Em 04 de dezembro de 2013, foi fundado o Instituto Brasileiro de Apoio aos Portadores de Genodermatoses – Ibagen, com a finalidade de combater o preconceito, procurar elevar a qualidade de vida de crianças e adolescentes portadoras de genodermatoses e incentivar, junto aos órgãos competentes, a investigação científica e a implementação das medidas que se destinam ao tratamento das doenças congênitas da pele. A corrededatora da casa e a eficiente e dedicada Marisa Milanezi.

SERVIÇO
1º Leilão Solidário em prol da Casa Santa Teresinha
Quando:
  12 de julho (visitação das 11 às 18h)
13 de julho (leilão das 18h às 21h).
Local: Dila Oliveira Galeria
Endereço: Alameda Min. Rocha Azevedo, 844 – Jardim Paulista, São Paulo – SP,

Compartilhar Notícia

Notícias relevantes