Arte em mosaico produz asa gigante em escultura de concreto

Uma arte milenar, composta pela montagem de diferentes materiais, que agora ganhará o formato de asa gigante em Catanduva. O Parque Papa João Paulo II, o Parque do Aeroporto, foi o local escolhido para receber a escultura em mosaico composta por diferentes asas que resultarão em toda composição que terá 2 metros de altura. Uma verdadeira obra de arte exposta ao ar livre. A expectativa é finalizar o trabalho em pouco mais de um mês.

O projeto foi aprovado pelo Edital de Incentivo Às Artes 2020, e é executado com recursos Lei Emergencial Aldir Blanc nº 14.017/2020 do Governo Federal. A iniciativa foi apresentada pela arte-educadora Flávia Marega Frigério que lidera as ações do grupo formado por 31 mosaicistas de Catanduva e região. A iniciativa tem o conceito instagramático, ideal para aquelas fotos individuais e em família.

“Nós vamos oferecer um presente para a cidade que vai ser essa escultura em concreto toda revestida em mosaico. Então esses 31 artistas já fizeram cada um a sua asinha, usando pastilha de vidro, azulejo, cada um na sua cor e interpretação e agora estamos fazendo a parte do revestimento final. Esse concreto terá a forma de uma asa e será instalado em um ponto turístico onde as pessoas farão fotos. Porque essa arte tem todo o conceito instagramático, que faz com que as pessoas se aproximem para tirar uma foto naquele lugar para depois divulgar no Facebook, Instagram”, destaca Flávia.

Todo o trabalho é desenvolvido com recursos da Lei Aldir Blanc e a composição é feita na Estação Cultura Deca Ruette. O espaço foi cedido pela Secretaria Municipal de Cultura para a atividade que respeita as regras de distanciamento entre os mosaicistas, além do uso de máscaras. “Estamos muito felizes em poder entregar esse presente para a cidade. Conseguimos a autorização para a instalação no Parque do Aeroporto e está sendo muito prazeroso o nosso encontro. No ano passado, ficamos cada um quietinho em sua casa, só com as aulas online, por conta da pandemia, e agora retomamos os nossos encontros. Viemos trabalhar em grupos de quatro, cinco mosaicistas, cada um em um dia e estamos ansiosos e felizes de poder entregar esse projeto”, finaliza a arte-educadora.

Imagem: Divulgação/ Mosaicistas

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Notícias relevantes