Ana Café expõe em Marcelo Neves Art Gallery

Marcelo Neves Art Gallery abriga em seu descolado espaço de arte em São Paulo no próximo dia 03 de setembro o vernissage da artista e arquiteta carioca Anamaria Cafe, à partir das 18 h. Suas belíssimas telas exaltam em suas cores o tema Simplesmente Mulher .

A Artista:

Formada em arquitetura pela UFRJ, com escritório de arquitetura há mais de 30 anos,  Ana continua atuando neste segmento.  Uma apaixonada por arte, fez vários cursos de pintura, escultura, cor e texturas no Parque Lage, enquanto estudava arquitetura. Quando iniciou sua carreira como arquiteta, essa parte artística foi deixada um pouco de lado pela necessidade da realização de outros cursos voltados a sua escolha de carreira.  Posteriormente, já estabilizada na profissão, voltou a fazer cursos de pintura no Parque Lage e Design de Joias e ourivesaria com a designer Lívia Canuto. Retornou a pintura de forma mais espaçada, como um hobby, porém, em 2015 a necessidade de pintar aflorou de forma definitiva e passou a frequentar as aulas do artista plástico Sebastião Rodrigues com objetivo de aprimorar a técnica de pintura. Seu trabalho tem se mostrado bem eclético, uma predileção pelo abstrato, porém não deixando de lado a pintura figurativa, sempre com uma interpretação bem pessoal.

Nesta exposição: “Simplesmente Mulher”…as figuras femininas aparecem de forma bem sutil. Algumas vezes, a figura está bem escondida numa abstração.

O jornalista Oscar D’Ambrosio transcreve o Universo feminino da artista:

Que as mulheres, assim como os homens, são repletas de mistérios não é novidade. O ser humano é algo complexo em todas as suas múltiplas facetas. O que pode nos surpreender sim é a capacidade artística de retratar em imagens a atmosfera do desconhecido que permeia a alma humana.

Nesse sentido, as obras de Ana Café oferecem uma jornada inesquecível. Em primeiro lugar, as figuras femininas que aparecem em suas obras não são explícitas ou obvias. Estão repletas de nuanças e de conotações, interpretações, sendo as principais associadas a um sutil jogo de esconder/revelar imagens e emoções.

Outra questão essencial está na técnica utilizada pela artista. Por meio de um jogo de texturas e sutis tonalidades, somos introduzidos em um portal de emoções, no qual o gênero feminino aparece em suas manifestações mais belas e densas, numa mescla de vigor e delicadeza que fascina.

Dessa maneira, Ana Café apresenta em sua arte um universo de ricas possibilidades de interpretação. A figura e a alma femininas são apresentadas como potencialidades em constante transformação, mutações de visões e de temperamento numa caminhada certeira para o aprimoramento contínuo, essencial para a construção de pessoas mais equilibradas e justas numa sociedade melhor.

Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

anjo da guarda a espreita 1,40 x 90

Bela 1,00 x 1,00

e la vai ela… 1,40 x 1,70

mulher da saia laranja ,80 x 1,10

Mulher DE BLUSA LARANJA 1.50 x 90