Satélite russo será usado para ajudar a eliminar lixo espacial

Geek

Uma equipe de engenheiros russos anunciaram que a nave espacial chamada Mayak levará um protótipo de um sistema de aerofrenagem que poderia ajudar no combate ao lixo espacial.

Satélites que estão desativados tendem a permanecer em órbita. O problema é que a Estação Espacial Internacional teve de manobrar para fora do caminho para que os lixos não danificassem nenhuma parte da nave.

Mayak vai testar um sistema aerodinâmico que poderia permitir que objetos espaciais caem de volta para terra e queimem na atmosfera sem a necessidade de propulsores. Ele também vai diminuir o tempo orbital do satélite de um ano para apenas um mês.

Em entrevista ao site Techradar, a equipe também disse que quer “explorar a densidade atmosférica superior da Terra e verificar algoritmos para cálculos de magnitude aparente de objetos espaciais e satélites”.

A agência espacial russa, Roscosmos, liberou o projeto que será lançado em um foguete Soyuz. Mas para chegar lá, a equipe terá de arrecadar dinheiro para a fabricação da unidade de produção. Até agora, foi levantado cerca de US $ 33.000. “Na rodada de financiamento anterior, levantamos dinheiro para a concepção e testes estratosféricos de Mayak. Agora, com toda a experiência acumulada, estamos com o objetivo de construir o satélite real de trabalho”, disse Alex Senchushkin, membro da equipe.

Entre as recompensas em oferta são o acesso a um aplicativo de Mayak especial e vários produtos de marca – incluindo coleiras para animais, imãs de geladeira e até mesmo um MacBook Air. Todos os dados coletados pelo projeto serão também publicados abertamente.

Fonte: TechRadar | Foto: FreeImages/Terry Eaton

Be the first to comment on "Satélite russo será usado para ajudar a eliminar lixo espacial"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*