Ministro da Cultura pede demissão e é o terceiro a deixar pasta no governo Temer

Noticias Internacional,Yahoo Notícias 

Em carta enviada ao presidente Michel Temer (PMDB), o ministro interino da Cultura, João Batista de Andrade, pediu demissão nesta sexta-feira (16). Ele assumiu a pasta com a saída de Roberto Freire, que abandonou o posto após a divulgação do áudio e da delação de Joesley Batista, da JBS.

Na carta, Andrade afirmou não ter interesse em continuar na pasta. À Folha, o ministro interino afirmou o corte de 43% no orçamento do Ministério da Cultura e polêmicas envolvendo a nomeação do presidente da Ancine (Agência Nacional do Cinema) foram as motivações para a demissão.

Ele afirma que Debora Ivanov, com apoio de cineastas e do ex-titular do ministério, deveria ocupar o cargo, mas o governo Temer preferiu outra indicação, o que é permitido, mas não recomendável.

“Era um ministério que já estava deficiente. O Fundo Nacional de Cultura, que já teve R$ 500 milhões na época áurea, hoje tem zero de recurso. É um ministério inviável tratado de forma a inviabilizá-lo ainda mais”, afirmou.

Andrade foi o terceiro ministro da Culturade Temer, que assumiu a Presidência da República há pouco mais de um ano.

Com informações da Folha de S. Paulo.