Lula confirma encontro com ex-diretor da Petrobras após início da Lava Jato

Folhapress
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ex-presidente Lula confirmou em depoimento ao juiz federal Sergio Moro nesta quarta (10) que teve um encontro com um ex-diretor da Petrobras e com um empreiteiro investigado pela Polícia Federal depois que a Operação Lava Jato já havia sido deflagrada, em março de 2014.

O ex-diretor é Renato Duque, que contou ao juiz Moro na semana passada sobre o encontro que teve com Lula em julho daquele ano, no qual o ex-presidente teria lhe indagado se ele tinha conta na Suíça para receber propina. O encontro, segundo Duque, ocorreu no hangar da companhia aérea TAM, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

O empresário com que Lula confirmou ter-se reunido é Léo Pinheiro, sócio da OAS que afirmou a Moro no último mês que o ex-presidente lhe pediu para destruir supostas provas de pagamento de propina ao PT no exterior.

O ex-presidente disse na audiência que articulou a reunião com Duque por meio do então tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que está preso no Paraná.

“Tinha vários boatos no jornal de corrupção, de conta no exterior. Pedi para o Vaccari trazer o Duque para conversar. Não tenho ideia, doutor [da data]. A pergunta que eu fiz para o Duque foi simples: tem matérias nos jornais, tem denúncias de que você tem dinheiro no exterior, pegando da Petrobras. Você tem conta no exterior? Ele disse: ´Não tenho´. Acabou. Não mentiu para mim, mentiu para si mesmo.”

Duque já foi condenado a 57 anos de prisão e negocia um acordo de delação para reduzir a pena. Em tentativas anteriores de fechar o acordo, ele não tinha mencionado o encontro com Lula.

Lula disse que não procurou nenhum outro ex-diretor da Petrobras com esse propósito. “Duque tinha sido indicado pela bancada do PT. O PT indicou o Duque com outros partidos políticos, eu penso, que foi pra Casa Civil cumprir todo o ritual. Então eu fiquei muito puto da vida. Muito puto, sabe, e falei e ele disse que não [tinha conta].”

 

O ex-presidente Lula negou que tenha pedido a Léo Pinheiro para ele destruir supostos comprovantes de propina ao PT. “Isso nunca aconteceu e nunca vai acontecer”.

Ele confirmou, no entanto, que teve vários encontros com o empresário.

INDICAÇÕES

Lula rebateu a ideia de que um presidente saiba o que faz um diretor da Petrobras.

“O presidente da República não toma conta de todos os cargos do governo, nem é possível. Se um presidente da República tem confiança, e quando ele compõe o ministério, ele compõe com pessoas que ele confia, ele delega.”

“Nunca ninguém levantou qualquer suspeita sobre Paulo Roberto, sobre Duque, a imprensa nunca levantou”, citando outro ex-diretor, Paulo Roberto Costa, que chegou ao cargo por indicação do PP e depois conseguiu o apoio do PMDB para se manter na diretoria de Abastecimento.

“Quem monta cartel para roubar, não conta para ninguém. O presidente da República não participa do processo de licitação da Petrobras, não participa de tomada de Petrobras. É um problema interno da Petrobras.”

Be the first to comment on "Lula confirma encontro com ex-diretor da Petrobras após início da Lava Jato"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*